Baptista conquista Brasileiro de Kart na Sudam Júnior e fatura novo título para Academia Shell Racing

Felipe Baptista foi chamado de última hora, na véspera dos treinos livres, para disputar a segunda fase do Brasileiro de Kart na categoria Sudam Júnior. Uma semana depois de ter sido vice-campeão da Júnior, o piloto subiu no topo do pódio do kartódromo do Parque Beto Carrero para comemorar mais um título para a Academia Shell Racing

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A 52ª edição do Campeonato Brasileiro de Kart se encerrou no último sábado com as etapas finais das categorias que fizeram parte da segunda etapa do campeonato no kartódromo do Parque Beto Carrero em Penha, Santa Catarina. Depois de uma semana de muito êxito para a Academia Shell Racing, com a conquista do tetracampeonato de Gaetano di Mauro na classe Shifter e da dobradinha de Diego Ramos e Felipe Baptista na classe Júnior, além da grande jornada de Gianluca Petecof na Sudam Graduados, a segunda fase também foi dourada. Chamado de última hora, Baptista acelerou na classe Sudam Júnior e conquistou o título brasileiro aos 14 anos.

 
Foi o primeiro título brasileiro de kart conquistado por Baptista. As últimas semanas representaram um retorno do piloto à competição. Felipe voltou ao Brasileiro de Kart depois de ficar fora dos dois últimos anos: problemas de orçamento impediram sua presença em 2015, enquanto no ano passado o piloto foi vítima de uma caxumba, que acabou por resultar na sua ausência da prova. Depois da jornada que lhe deu o vice na Júnior semana passada, desta vez foi a vez de comemorar a taça mais cobiçada do kartismo nacional.
 
Nas baterias classificatórias da Sudam Júnior, Baptista venceu uma prova, foi segundo em outra e também levou um nono lugar. No combinado dos resultados, Felipe largou em terceiro na grande final e assumiu desde o começo a liderança da corrida. O piloto lidou bem com a pressão de dois adversários, mas conseguiu sustentar a ponta com autoridade. No fim, depois que os rivais de Baptista se tocaram e ficaram para trás, o piloto da Academia Shell Racing confirmou a conquista do título brasileiro.
Felipe Baptista cruza a linha de chegada e comemora o título brasileiro da Sudam Júnior (Foto: Jackson Souza)
“Campeão brasileiro pela primeira vez, é sensacional! Não tenho palavras para dizer o que estou sentindo”, comemorou o novo campeão brasileiro da Sudam Júnior. “Depois da primeira fase e de 12 horas de viagem até em casa, e quando chego em casa, me pedem para correr a segunda fase. Peguei um avião de madrugada e fui direto para o treino e fui rápido logo nos primeiros treinos. Conseguimos”, vibrou Baptista.
 
O piloto destacou sua jornada na grande final. “Eu me mantive em terceiro na primeira volta, depois tomei a segunda posição e logo em seguida, a primeira. Depois os concorrentes colaram em mim, mas consegui fechar. Foi bem disputada a corrida inteira, mas, no fim, consegui abrir uma distância. Estou muito feliz”, completou.
 
Quem também representou a Academia Shell Racing na segunda fase do Brasileiro de Kart em Penha foi Dennis Dirani. O piloto da Techspeed, que disputou a final da classe Shifter na semana passada e terminou em oitavo, voltou à pista para buscar mais um título, desta vez na classe Graduados. Depois dos problemas de motor nas baterias classificatórias, Dirani largou em 16º lugar. No entanto, após ser acertado por outro piloto na quarta volta, Dennis teve de abandonar.
Baptista completa a volta da vitória como campeão brasileiro da Sudam Júnior (Foto: Jackson Souza)
“Foi uma pena, parecia que tínhamos arrumado o problema no motor e o kart parecia bom. Mas partir do meio do pelotão é difícil. Fiz uma boa largada e ganhei quatro posições e brigava até o nono colocado, mas aí o menino tomou um toque e me acertou em cheio. Quase me pegou no corpo e quase machucou, mas tudo bem”, lamentou o multicampeão. “Foi um fim de semana difícil, quando nos achamos era tarde e não deu para recuperar. Vamos para a frente e trabalhar para o próximo campeonato”, acrescentou Dirani.
 
O outro lado do Atlântico, na Finlândia, Gianluca Petecof encara a quarta etapa do Europeu de Kart no kartódromo Mika Salo, em Aläharmä. Nas baterias classificatórias, o brasileiro de 14 anos alcançou um décimo e dois 13º lugares no sábado. Depois de mais uma bateria classificatória neste domingo, os 34 melhores colocados vão disputar a final da classe OK, que conta com 67 participantes neste fim de semana.
GRANDE FORMA DE BOTTAS NA F1 MOSTRA QUE PREVISÕES ESTAVAM ERRADAS: "NEM A PRÓPRIA MERCEDES ACREDITAVA"

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube