Cadeira Cativa tem Cesare Maria Mannucci e Luiz Alberto Pandini para debate sobre Ferrari

A atração vai promover o debate sobre a Ferrari, histórica equipe da Fórmula 1 que não conquista um título desde 2007. Flavio Gomes comanda o programa, que vai ao ar às 20h (de Brasília, GMT -3)

Em novo dia na programação da GPTV, o Cadeira Cativa chega à edição de número 14 nesta quinta-feira (9). O programa, apresentado por Flavio Gomes, vai receber os jornalistas Cesare Maria Mannucci e Luiz Alberto Pandini para uma conversa sobre a Ferrari, tradicional equipe da Fórmula 1 que amarga longo jejum de títulos. A atração vai ao ar, ao vivo, a partir das 20h (de Brasília, GMT -3), no canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube.

Cesare Maria Mannucci é um renomado jornalista italiano. Por 35 anos, foi enviado especial para a cobertura da Fórmula 1 para a revista Autosprint e, por seis anos, foi correspondente do jornal francês L’Équipe nos Estados Unidos. Esteve presente mais de 320 GPs da F1, cobrindo também 24 Horas de Le Mans e 500 Milhas de Indianápolis.

Pandini é conhecido pelo vasto currículo no jornalismo de automobilismo. Foi repórter do Grupo Estadão em jornais como ‘O Estado de S. Paulo’ e ‘Jornal da Tarde’, além de ter sido editor de revistas do ramo como ‘Grid’, ‘Carro’ e ‘Auto Esporte’. O jornalista retorna ao programa após participar da edição #6, que contou com a presença de Roberto Pupo Moreno.

O Cadeira Cativa, que reúne jornalistas e especialistas do esporte a motor, tem produção de Evelyn Guimarães, Gabriel Carvalho, Pedro Luis Cuenca e Rodrigo Berton. Confira aqui os programas anteriores.

Paddockast #69 | Papo com Felipe Drugovich
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

Os finais dramáticos da Fórmula 1

Milagre? Sorte? Azar? Não importa: a Fórmula 1 também pode trazer grandes dramas nos finais de corrida, como nos relembrou o final do GP da Inglaterra no último domingo. Lewis Hamilton teve um milagre para chamar de seu e nos dá um ótimo gancho: relembrar outros momentos chocantes (ou bizarros) nas voltas finais da categoria máxima do automobilismo.

Claro que, nestes 70 anos de F1, não faltam momentos assim. Como essa aqui é uma lista com “10+”, selecionamos dez grandes finais dramáticos na história da categoria, em ordem cronológica. Mas poderiam entrar tantos outros.

Hora de apertar os cintos e acelerar o DeLorean DMC-12 até alcançar 88 milhas por hora. Vamos começar a viagem ao passado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube