Copa GP tem briga na pista, mas amizade e fair play dominam fora. Mesmo quando há vaga na bateria final em jogo

Vinicius Capitão havia perdido a vaga na bateria final da terceira etapa da Copa Grande Prêmio a centímetros da bandeirada. Bruno Gomes, que o ultrapassou, acabou perdendo peso o suficiente para ser eliminado. Mas o fair play venceu e ambos avançaram após momentos de drama

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

É possível algo mais emocionante, no automobilismo, do que uma chegada com dois carros a centímetros um do outro, com a bandeirada encerrando uma briga que poderia ir mais longe e deixando o público sem saber, a olho nu, quem passou primeiro pela linha de chegada? Difícil. Pois a terceira etapa da Copa Grande Prêmio de Kart teve um momento assim. E toda a briga na pista acabou por fortalecer o espírito de amizade e fair play que domina o campeonato fora dela.

Na terceira e última bateria classificatória na Granja Viana, a dos Pesados, Vinicius Capitão segurou Bruno Gomes por toda a corrida, numa luta incessante pela sexta posição – que parece pouco, mas que era exatamente a posição limite para avançar à bateria final da etapa e continuar a luta por pontos na classificação, pelo troféu e pela vaga nas 500 Milhas de kart.

Só que, na última volta, tudo mudou. Gomes explica: "Houve uma perseguição implacável, por várias voltas a gente estava andando no mesmo ritmo. Toda hora surgia alguma brecha mas eu não conseguia colocar o carro para ultrapassar. Quando vi na penúltima volta a bandeira sendo agitada (avisando que começaria o giro final) pensei ‘é agora ou nunca’. E eu sabia que uma das curvas mais fortes minhas era a do último mergulho, ali que fui arriscar, coloquei o kart de lado e deu certo, dividimos a curva e…"

"Foi uma ultrapassagem limpa", completou Capitão, resumindo o final no qual sofreu uma passagem daquelas que, em uma categoria famosa como F1 ou MotoGP, viraria presença constante em vídeo de melhores e históricos momentos. 

Bruno Gomes e Vinicius Capitão protagonizaram momento de fair play (Foto: Guilherme Bloisi/GP)

"Não tive como defender, e tinha defendido a corrida inteira. Cansado… Provavelmente dei um espaço a mais, que não deveria, onde ele colocou o carro. Aproveitou a oportunidade que teve", continuou Capitão. Só que esse foi apenas um dos detalhes que formaram todo o drama. Gomes foi fazer a pesagem obrigatória após a prova e o limite mínimo de peso de sua categoria era 85 kg. Por ter pesado quase 87 kg antes da prova, ele correu com 15 kg de lastro.

Mas toda a briga na pista fez com que o piloto perdesse 1,5 kg durante a corrida. O que, no final, causou um problema. "Durante a corrida acabei perdendo mais de 1 kg. E na balança oscilou entre 85 e 84,9kg. E não parou em 85kg. Na regra, deveria haver desclassificação. Só que houve um fair play…"

Capitão, que herdaria a vaga sozinho, não achou justa a situação. E recomendou que a desclassificação não ocorresse. Claro, a organização do campeonato é soberana na decisão. E, como a situação não só tinha fair play, como mostrava o espírito real da Copa GP, ainda mais em uma etapa com homenagens a mulheres que venceram o câncer de mama, a decisão foi a de que ambos tivessem a chance de brigar novamente na pista, na bateria final da etapa.

#GALERIA(7212,161475)
"Meu sangue foi e voltou para a cabeça várias vezes. Eu não sabia se ficava bravo, se ficava decepcionado, se ficava feliz por ter conseguido fazer a ultrapassagem, enfim, acho que o que vale e a coisa bacana é a pista. Estou muito contente em ir para a final, meu grande objetivo na noite", resumiu Gomes.

Na final, ambos foram bem. Bruno cumpriu seu objetivo e foi 15°, conquistando seu primeiros seis pontos no campeonato. Já Capitão fez valer muito a sorte de ter avançado mesmo após ser ultrapassado na bandeirada. Ficou em 5°, levando logo em sua estreia 16 pontos, entrando na briga por uma das vagas na repescagem da final de dezembro.

"Não são 100 g que fazem a diferença nessa ultrapassagem, independentemente do peso ele teria passado", completou Capitão, explicando também o clima da Copa GP. Que ele continue assim nas próximas etapas: a decisiva ocorre no dia 8 de novembro, também na Granja Viana, com inscrições sendo abertas ainda nesta semana.

A Copa Grande Prêmio tem coorganização da Amika – Associação de Amigos do Kart Amador.

A centésima vez a gente nunca esquece

PADDOCK GP CHEGA À EDIÇÃO 100 COM HISTÓRIAS IMPERDÍVEIS DE EDGARD MELLO FILHO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube