Dirani bate líder Campos no fim e puxa fila no segundo treino livre da final do Brasileiro de Turismo em Interlagos

O segundo treino livre do Brasileiro de Turismo teve muito equilíbrio e troca de liderança. Quem fechou na frente foi Dennis Dirani, que bateu por 0s053 o líder do campeonato Márcio Campos

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
O segundo treino livre do Brasileiro de Turismo foi marcado pelo equilíbrio durante seus 45 minutos, com a liderança trocando de mãos uma série de vezes. Quem fechou a primeira sessão do sábado (10) na frente foi Dennis Dirani, virando em 1min46s227 já no finalzinho.

O líder do campeonato Márcio Campos ficou com o segundo lugar, apenas 0s053 atrás do piloto da W2. Seu companheiro e principal rival, Gabriel Robe, fez apenas o sexto tempo, virando 1min46s555.

Entre os dois da Motortech apareceram Marco Cozzi, Gustavo Frigotto e Pietro Rimbano, todos separados por apenas 0s026. Edson Coelho foi o sétimo, seguido por Adibe Marques, Guto Matiazzi e Gustavo Myasava. Raphael Reis, Lukas Moraes e Giulio Borlenghi fecharam a lista no TL2.

Dennis Dirani (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Confira como foi o TL2 do Brasileiro de Turismo:

O segundo treino livre do Brasileiro de Turismo em Interlagos começou pontualmente às 7h30 (em Brasília). A primeira boa volta do dia ficou com Márcio Campos, que virou em 1min47s613. Gustavo Frigotto vinha logo atrás, com Gabriel Robe, Dennis Dirani e Marco Cozzi também encontrando giros razoáveis no início.

 
A liderança trocou de mãos com um pouco mais de 30 minutos para o fim da sessão, com Dirani baixando bem o tempo e chegando na casa de 1min47s2. No mesmo décimo, Cozzi veio na sequência para assumir a dianteira. O top-10 ainda tinha Campos, Frigotto, Robe, Adibe Marques, Lukas Moraes, Edson Coelho, Pietro Rimbano e Raphael Reis.
Repetindo o que fez na sexta-feira, Rimbano foi o primeiro a descer de 1min47s, mas ficou bem pouquinho na ponta, já que Dirani encontrou a melhor volta do final de semana: 1min46s884. 
Márcio Campos (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Depois de uma rápida pausa causada por uma bandeira vermelha, os pilotos voltaram a acelerar e os tempos caíram ainda mais. Campos foi para a liderança com 1min46s7, mas logo saiu de lá com um excelente giro de Rimbano em 1min46s638.

Campos reassumiu a dianteira, mas o TL2 já via um duelo entre ele e Rimbano: 1min46s418 para o gaúcho da Motortech e 1min46s456 para o paulista da Cimed.

Com apenas um terço do tempo restando, seis pilotos já baixavam da casa de 1min47s: Campos, Rimbano, Robe, Frigotto, Dirani e Adibe.

Frigotto, então, resolveu se meter na briga dos postulantes ao caneco e virou uma excelente marca: 1min46s406, apenas 0s012 mais rápido que o líder do campeonato Campos. Rimbano também melhorou e ficou 0s004 atrás do gaúcho.

A liderança trocou de mão duas vezes consecutivas, com Cozzi virando 1min46s396 e Campos voando em 1min46s280. Coelho também baixava de 1min47s, em sexto.

No apagar das luzes, Dennis voltou a aparecer bem e abocanhou a primeira marca, virando 1min46s227 e acabando provisoriamente com a festa de Campos.

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube