Valle pressiona Baptista, dá bote certeiro no fim e garante vitória na corrida 2 da Porsche GT3 Cup em Interlagos

Tom Valle deu um show na segunda corrida da Porsche GT3 Cup em Interlagos. Na tarde deste sábado, o piloto deu o bote no momento certo em cima de Adalberto Baptista para triunfar no circuito paulista. Na classe GT3 Cup 3.8, Alan Turres foi quem subiu no degrau mais alto do pódio

Que grande segunda corrida fez a Porsche Gt3 Cup em Interlagos. Na tarde deste sábado (14), os pilotos voltaram para a pista para disputar a prova 2 da etapa paulista e, em grande desempenho, Tom Valle garantiu a vitória.

Na classe GT3 Cup 3.8, Alan Turres subiu no degrau mais alto do pódio após ter um ritmo dominante durante todas as 17 voltas da prova.

Tom Valle (Foto: Divulgação)
Saiba como foi a corrida 2 da Porsche GT3 Cup em interlagos:
 
Contrariando a previsão que indicava chuva, a classe GT3 Cup foi para o grid com pista seca, apesar de tempo bastante encoberto. Para a última largada do dia, o termômetro indicava 25ºC.
 
Quem estava na pole-position na classe GT3 Cup 4.0 era Rouman Ziemkiewkz, com Adalberto Baptista saindo da segunda colocação e Dominique Teysseyre completando o top-3. Na classe GT3 Cup 3.8 era André Gaidzinski na posição de honra do grid, com Patrick Choate e Nelson Monteiro fechando o rol dos três primeiros.
 
Após os dois giros de aquecimento, liberado o início da corrida. Rouman manteve a ponta do pelotão, mas logo teve que aguentar a pressão de Baptista. O #10, pouco depois, não viu problemas em tomar o primeiro posto.
 
Mais para trás, Choate deu o bote ao tremular da bandeira verde e saltou para a primeira colocação. No entanto, o piloto teve uma complicação na prova e acabou perdendo muitas posições. Quem assumiu a ponta foi Alan Turres, seguido por Nelson Monteiro e Chico Horta.
 
Até que, com cinco minutos rodados, Horta e Paulo Totaro acabaram se acertando na prova. Na briga pelo terceiro posto, o #77 acabou rodando e ao voltar para o traçado, acabou pegando a traseira do adversário.
 
Mas isso não impediu que os dois pilotos voltassem para a disputa em Interlagos. Os dois seguiam um quente embate nas curvas do circuito paulista, agora pela sétima posição da classe GT3 Cup 3.8.
 
Enquanto isso, no pelotão da frente, Adalberto seguia na primeira colocação, sustentando uma vantagem de 1s853 para o segundo colocado, Tom Valle. Completando o top-3 daquele momento era Rouman.
 
O #80, no entanto, não tinha vida fácil no terceiro posto. O piloto tinha que segurar os avanços de Sylvio de Barros até que, em um bote certeiro por dentro, o #34 superou o adversário e garantia o degrau mais baixo do pódio.
 
Com sete giros completados na disputa da tarde no Autódromo José Carlos Pace, Adalberto sustentava a ponta, seguido por Valle e De Barros. Para trás, Turres ainda era o primeiro, com Monteiro em segundo e Marco Billi em terceiro.
 
Com dez minutos para o final, Tom já havia diminuído consideravelmente sua diferença para o ponteiro do pelotão, agora apenas de 0s383. Não demorou para o #99 colar de vez no #10, trazendo com ele Sylvio de Barros. Os três primeiros estavam separados apenas por 0s9.
 
Até que, no giro seguinte, Valle tentou dar um mergulho para superar Baptista. Adalberto, no entanto, fechou a porta para o adversário. Tom, na reta, tentou novamente o ataque. Ele chegou a tomar a ponta, mas os dois acabaram se tocando e o #10 reassumiu a primeira colocação. Enquanto isso, o #5 assistia de camarote toda a briga.
 
Mas Tom Valle não estava satisfeito em ficar apenas em segundo. Ele não parava de atacar Adalberto, que tinha que segurar a constante pressão do competidor. De Barros tentava se aproximar da dupla, até que Marco Billi também se aproximou dos três ponteiros.
 
Com menos de cinco minutos para a bandeira quadriculada, então, Tom Valle deu o pulo do gato certeiro, superando enfim Adalberto e tomando a liderança. Quem aproveitou para saltar para a frente foi De Barros, que agora era o segundo.
 
Na classe GT3 Cup 3.8, a ordem na tabela seguia a mesma. Turres sustentava uma expressiva vantagem de mais de 14s para o segundo colocado, Monteiro. Completando o top-3 aparecia Marco Billi.
 
Até que, em um extremo golpe de azar, Adalberto Baptista acabou enfrentando problemas na penúltima volta da corrida e se viu obrigado a abandonar. Quem pulou para terceiro foi Maurizio Billi.
 
Dali para o final, Valle só teve que sustentar sua vantagem e trazer a vitória para casa. De Barros conquistou a segunda colocação, enquanto Maurizio Billi completou o pódio do dia.
 
Na classe GT3 Cup 3.8, Alan Turres conquistou seu primeiro triunfo, enquanto Nelson Monteiro tem grande estreia e ficou em segundo. Fechando o rol dos três primeiros veio Marco Billi.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube