Scott Dixon se isolou como o segundo piloto com mais pole-positions na história das 500 Milhas de Indianápolis em lista que tem grandes campeões e um brasileiro

FacebookTwitterLinkedInWhatsAppTelegramPinterestEmail

Scott Dixon fez história mais uma vez no último domingo ao conquistar sua quinta pole na carreira para as 500 Milhas de Indianápolis e se isolar como o segundo piloto com mais poles na história da prova. O neozelandês não conseguiu repetir o sucesso nas classificações nas corridas, mas o hexacampeão da Indy é um dos maiores nomes da história, e encabeça uma lista de grandes pilotos no top-10 de mais poles da Indy 500.

1º – Rick Mears – 6 poles

Tetracampeão da Indy, Rick Mears é um dos grandes nomes da história das 500 Milhas de Indianápolis. O americano é o líder isolado com mais pole-positions na história da prova. A primeira veio em 1979, justamente no ano em que conquistou a primeira de suas quatro vitórias no Brickyard. O segundo triunfo veio em 1984, antes de Mears converter pole em vitória em 1988 e 1991. Rick ainda liderou o grid em mais três ocasiões: 1982, 1986 e 1990.

Rick Mears é o recordista de poles na Indy 500, com seis no total

2º – Scott Dixon – 5 poles

Grande nome recente das classificações para as 500 Milhas de Indianápolis, Dixon conquistou no último domingo a quinta pole da carreira, e, de quebra, ainda bateu o recorde de pole-position mais rápida da história da prova, com o tempo de 2min33s816, com média de 234,046 milhas por hora (376,66 km/h). Scott já largou na frente em 2008, ano de sua única vitória, 2015, 2017 e 2021. No próximo domingo (29), o neozelandês vai em busca de sua segunda vitória no Brickyard.

3º – Rex Mays – 4 poles

Primeiro piloto a conseguir três poles na Indy 500, o americano Rex Mays triunfou três vezes na corrida, todas saindo da primeira posição no grid: em 1935, 1936 e 1940. Mays ainda conquistaria mais uma pole-position em 1948, mas terminou a prova na segunda colocação. Rex conquistou dois títulos da Championship Car em 1940 e 1941.

O clube das quatro vitórias em Indy 500: AJ Foyt, Al Unser, Rick Mears e Helio Castroneves – da esquerda para a direita (Foto: Indy)

3º – A.J. Foyt – 4 poles

Segundo tetracampeão da lista, A.J. Foyt é mais um dos grandes nomes da história das 500 Milhas de Indianápolis. Curiosamente, nenhuma de suas quatro poles resultou em vitórias. Foyt largou na frente em 1965, 1969, 1974 e 1975, mas teve como melhor resultado só um terceiro lugar nestas ocasiões. Os triunfos vieram em 1961, 1964, 1967 e 1977, todos largando da quarta colocação para trás.

Helio Castroneves é o atual vencedor das 500 Milhas de Indianápolis (Foto: IndyCar)

3º – Helio Castroneves – 4 poles

Único tetracampeão não americano das 500 Milhas de Indianápolis, o brasileiro Helio Castroneves se juntou aos maiores vencedores da prova no ano passado. Depois de triunfar em suas duas primeiras participações, Helinho conquistou a primeira pole em 2003, mas bateu na trave e terminou em segundo na busca pelo tri consecutivo. O atual piloto da Meyer Shank também largou na frente em 2007, 2009 (ano do tricampeonato) e 2010. Em 2022, Castroneves terá vida difícil em busca do penta, já que vai largar apenas na 27ª colocação.

6º – Mario Andretti – 3 poles

Gigante em todos os lugares que passou na sua longa carreira no automobilismo, Mario Andretti também teve muito sucesso nas classificações da Indy 500. A primeira pole-position veio em 1966, seguida por uma dobradinha em 1967. A única vitória veio após dois anos, mas o campeão da Fórmula 1 em 1978 ainda conquistaria uma última pole vinte anos depois, em 1987.

6º – Johnny Rutherford – 3 poles

Um de dez pilotos a vencerem pelo menos três vezes as 500 Milhas de Indianápolis, Johnny Rutherford é mais um dos grandes nomes da história do automobilismo norte-americano da lista. Campeão da Cart em 1980, Rutherford conquistou três poles na Indy 500, em 1973, 1976 e 1980, sendo o vencedor nas duas últimas ocasiões, além de ter triunfado em 1974, quando saiu da 25ª colocação no grid.

6º – Tom Sneva – 3 poles

Tom Sneva se destacou desde cedo nas classificações para a Indy 500. Nas seis primeiras oportunidades, sempre ficou entre os oito primeiros. Conseguiu as duas primeiras poles em 1977 e 1978, mas bateu na trave na corrida nas duas ocasiões, saindo com dois vices. Em 1983, saindo de quarto no grid, Sneva conquistou sua única vitória na tradicional corrida. A última pole viria no ano seguinte, mas Tom sequer completaria a prova.

Arie Luyendyk é o único holandês vencedor da Indy 500. Triunfou em 1990 e 1997 (Foto: Indycar)

6º – Arie Luyendyk – 3 poles

Terceiro e último estrangeiro do top-10 com mais poles no Indianápolis Motor Speedway, o holandês Arie Luyendyk detém o recorde de volta mais rápida da história da classificação para Indy 500 em 1996. Mas aquela volta veio no segundo dia de baterias, e Arie largou só em 20º. O Holandês Voador foi conquistar a primeira pole só em 1993, quando já havia conquistado sua primeira vitória em 1990. Luyendyk largou na frente também em 1997, ano de seu bicampeonato no Brickyard, e 1999.

6º – Ed Carpenter – 3 poles

Especialista em classificações e ovais, Ed Carpenter é o único piloto com pelo menos três poles que nunca ganhou as 500 Milhas de Indianápolis. O americano largou na frente em 2013, 2014 e 2018, ano em que conquistou seu melhor resultado, um segundo lugar. Em 2022, Carpenter vai largar na quarta colocação. Será que vem a primeira vitória?

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar