24º, Castroneves lamenta desgaste elevado dos pneus em Laguna Seca

Fora do top-20 pela terceira corrida consecutiva na Indy, Helio Castroneves falou em desgaste elevado dos pneus no GP de Laguna Seca. Brasileiro da Meyer Shank foi 24º

O choque com Herta que tirou Rossi da disputa em Laguna Seca (Vídeo: NBC)

Helio Castroneves não registrou um grande resultado no GP de Laguna Seca, disputado neste domingo (19). O piloto brasileiro, que largou de 22º, chegou apenas na 24ª posição. Foi a terceira prova seguida fora do top-20 para o veterano de 46 anos, atual vencedor das 500 Milhas de Indianápolis.

Castroneves fez um pit-stop adicional nas voltas finais, que o deixou atrás de Max Chilton, Callum Ilott e Dalton Kellett. O brasileiro falou sobre como o alto desgaste dos pneus no calor da Califórnia prejudicou sua empreitada.

“Primeiramente, o carro estava incrível, o time fez um grande trabalho. Trabalhamos duro. O desgaste dos pneus estava muito alto, o carro mudou demais de ontem pra hoje. Nós decidimos fazer a última parada como esforço para fechar a corrida forte. No fim, teríamos completado em 19º ou 20º. Todos estão trabalhando duro, grande esforço de todos. Não era o resultado que queríamos, mas vamos seguir trabalhando”, declarou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Helio Castroneves foi 24º em Laguna Seca (Foto: Indycar)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Com o resultado em Laguna Seca, Castroneves é 22º no campeonato, com 147 pontos. O piloto brasileiro, já garantido em tempo integral na Meyer Shank em 2022, retorna no encerramento da temporada, que acontece em Long Beach no próximo dia 26.

O QUE É O HALO, COMO PROTEGEU HAMILTON NA F1 E QUEM É SEU ‘AVÔ’ BRASILEIRO

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar