Bia fecha com Dale Coyne para temporada 2013 da Indy e reedita parceria com Wilson

Segundo o jornalista Américo Teixeira Jr., colunista da Revista Warm Up, a brasileira está praticamente garantida para fazer a temporada completa da Indy, faltando apenas alguns detalhes para concretizar o acerto

O Brasil vai ter mais um representante na temporada da Indy em 2013. Ou melhor, uma representante. Segundo o jornalista Americo Teixeira Jr., do 'Diário Motorsport' e colunista da Revista Warm Up, Bia Figueiredo acertou com a Dale Coyne e está garantida, pelo menos, em duas provas: o GP de São Paulo, no Anhembi, e nas tradicionais 500 Milhas de Indianápolis. As duas provas acontecem em maio. 

Entretanto, ainda de acordo com Teixeira Jr., o staff da brasileira trabalha firme para que ela consiga disputar o campeonato  todo. Neste momento, "apenas alguns detalhes impedem” o acerto para disputar as 19 etapas que compõem o calendário da Indy nesta temporada, segundo o jornalista.

Bia Figueiredo volta ao grid da Indy nesta temporada (Foto: Bruno Terena)

Por outro lado, o acerto da pilota já inclui a participação dela no Open Test, atividade que acontece entre os dias 11 e 13 deste mês no Barber, em Birmingham, no Alabama, onde a Indy também corre em 2013. Inclusive, a equipe já estava trabalhando em um carro azul e amarelo, cores da Ipiranga, principal patrocinador dela, responsável pela garantia do acerto. O modelo deve ser mostrado no primeiro dia de testes. A brasileira vai reeditar a parceria com Justin Wilson, antigo companheiro dos tempos de Dreyer & Reinbold.

Bia fez suas primeiras corridas na Indy pela Dreyer & Reinbold em 2010. Foi bem e conseguiu um contrato para disputar a temporada inteira no ano seguinte, mas uma lesão no pulso impediu a brasileira de disputar a etapa do Alabama, a segunda de 2011.

Mas a última temporada não foi nada boa, e Figueiredo conseguiu disputar apenas duas etapas do calendário, em São Paulo e as 500 Milhas de Indianápolis, graças a uma parceria entre a Andretti e a Conquest. Em 22 corridas disputadas na categoria norte-americana, a pilota nunca conseguiu um top-10, sendo a 11ª posição seu melhor resultado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube