Carpenter dispensa Pigot e nega interesse em Hülkenberg

Spencer Pigot, defendendo a Carpenter desde 2016, está agora sem vaga. O americano foi demitido, dando novo gás às especulações de contratação de Rinus VeeKay. A equipe não confirmou interesse no holandês, assim como em Nico Hülkenberg

Uma nova vaga está aberta no grid da Indy para 2020. A equipe Carpenter anunciou a decisão de dispensar Spencer Pigot, com quem tinha vínculo desde 2016. A decisão vem após uma temporada de pouco destaque do piloto americano, que teve cinco top-10 e terminou o campeonato em 14º.
 
“Sou grato pela oportunidade que a Ed Carpenter Racing me deu. Eu entendo os motivos que os levaram a tomar uma direção diferente e os desejo tudo do melhor”, disse Pigot.
 
A decisão deixa a Carpenter com apenas um de três pilotos definidos. É Ed Carpenter, dono da escuderia, que compete apenas em ovais com o carro #20. Resta saber, assim, que toma a vaga de Pigot no #21 e quem corre em mistos com o #20.
Spencer Pigot se despede da Carpenter (Foto: IndyCar)

O favorito à vaga de Pigot é Rinus VeeKay, vice-campeão da Indy Lights em 2019. A vaga de piloto de mistos, por sua vez, começa a atrair a atenção de Nico Hülkenberg. As duas possibilidades, entretanto, foram prontamente despistadas.

 
“Nenhum outro piloto, exceto o Ed [Carpenter], está sob contrato para o próximo ano”, afirmou um representante da equipe, questionado pela revista americana ‘Racer’.
 
A ida para a Indy é a única alternativa que se desenha no horizonte de Hülkenberg, demitido da Renault e virtualmente fora do grid da F1 para 2020 – o alemão já disse não ter interesse na única vaga em aberto, a da Williams. Por outro lado, Nico já indicou não ter problemas em passar a próxima temporada afastado das pistas como um todo.
 

 
Paddockast # 42
QUEM É VOCÊ NO GP DO BRASIL?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube