Chefão da Indy revela segredo da chegada de Alonso: Stefan Wilson abriu mão da vaga nas 500 Milhas de Indianápolis

Mike Miles revelou que a chave para a chegada de Fernando Alonso nas 500 Milhas de Indianápolis se chama Stefan Wilson. O irmão caçula de Justin Wilson abriu mão da vaga para a edição de 2017 da prova, deixando livre o lugar para o bicampeão da F1

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A chegada de Fernando Alonso à Indy, mais precisamente às 500 Milhas de Indianápolis em 2017, se deve também a Stefan Wilson. O jovem inglês abriu de sua vaga na edição deste ano da mais tradicional corrida da categoria norte-americana, e isso facilitou a vinda do bicampeão da F1, que vai disputar a prova com a Andretti, em uma parceria com a McLaren, que retorna ao Brickyard após uma ausência de 38 anos, e a Honda – que também empurra dos carros de Michael Andretti.

 
Mark Miles, o presidente da Indy, revelou que teve uma conversa com Zak Brown, o diretor-executivo da McLaren, há algumas semanas, quando o dirigente da equipe inglesa manifestou o interesse em encontrar uma forma de Alonso guiar em Indy. Não havia vagas, mas Miles foi capaz de encontrar uma solução. 
 
"Recebi uma ligação de Zak há algumas semanas. E ele me perguntou se poderíamos fazer um acordo com a Honda para que Fernando pudesse correr na Indy 500 neste ano", contou o executivo ao site norte-americano 'Racer.com'. "Então, entrei em contato com algumas equipes da Honda, e ele contatou apenas uma, mas nós não conseguíamos encontrar um motor. Só que aí a sorte apareceu", disse Miles, que encontrou Stefan em condições de resolver a situação.
Stefan Wilson abriu mão de vaga por Alonso (Foto: IndyCar)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Wilson vinha trabalhando em seu próprio programa para a Indy. E foi aí que Mike revelou seu dilema e acabou por convencer o irmão caçula de Justin Wilson de abrir mão da vaga para Alonso e adiar seu programa para 2018. "Por mais o quisemos no grid neste ano, ele acabou fazendo algo maior pela Indy", completou o chefão da categoria.

 
Brown, então, se aproximou do conselho da McLaren e da Honda no Japão para dar o passo que faltava. O resto é história, como se diz.
 
Em seu perfil no Twitter, Stefan confirmou seu papel para a chegada de Alonso na Indy. "Eu amo Indianápolis. E estou feliz de ver a McLaren voltar ao superoval após 38 anos. E estou contente por ter feito a minha parte nisso. Por ajudar a McLaren e Fernando Alonso a estar na Indy 500. Agora, vou trabalhar ainda mais como embaixador dos meus patrocinadores, já de olho em 2018", escreveu.
 
As 500 Milhas de Indianápolis acontecem no dia 28 de maio.
 
PADDOCK GP #73 DISCUTE F1, MOTOGP E INDY E FAZ PRÉVIA DO GP DO BAHREIN

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube