Daly surpreende e crava pole para corrida 1 em Iowa. Newgarden sai na frente na 2

As zebras voltaram a aparecer na Indy. Conor Daly, saindo de uma posição pouco promissora, deu duas voltas voadoras e garantiu a pole da corrida 1, a primeira da Carlin na categoria. Apesar do ótimo rendimento do americano, Josef Newgarden sai na frente na segunda prova em Iowa

Conor Daly viveu seu grande momento na Indy nesta sexta-feira (17). Com uma volta espetacular em posição pouco promissora de classificação, o americano deu para a Carlin a primeira pole da história da equipe na categoria, virando 18s371 para a corrida 1 em Iowa. Aliás, vai ser também a estreia do americano no top-10 do grid em um oval. Josef Newgarden, segundo colocado para a primeira prova, deu o troco em Daly no giro seguinte e, assim, parte da ponta na corrida 2.

A classificação em Iowa foi completamente diferente de tudo o que estamos acostumados a ver na Indy e isso não diz respeito apenas ao desempenho incrível de Daly e da Carlin. É que a categoria resolveu decidir os dois grids de largada na mesma sessão e, assim, a volta 1 valia para a primeira corrida e a volta 2 para a segunda.

Atrás de Daly e Newgarden, Will Power se colocou em terceiro no grid da primeira prova, com Colton Herta e Alexander Rossi mostrando boa performance pela Andretti, aparecendo na sequência.

O top-10 do grid da primeira corrida, que acontece ainda nesta sexta-feira, segue com Takuma Sato, Felix Rosenqvist, Pato O’Ward, Jack Harvey e Marcus Ericsson.

Conor Daly arrumou a primeira pole da carreira (Foto: IndyCar)

Scott Dixon cometeu um erro no início da primeira volta e ficou totalmente sem ritmo. O neozelandês sai de um modestíssimo 17º lugar, ainda melhor que Simon Pagenaud, que teve problema na bomba de combustível e não fez nenhuma volta, partindo de último nas duas provas.

Na corrida 2, Newgarden sai de primeiro, com Power na frente de Daly. Ryan Hunter-Reay e Herta aparecem na sequência, com a Andretti, novamente, completando o top-5 com dois carros.

Harvey, Álex Palou, Tony Kanaan, em tremendo resultado para a Foyt, Ericsson e Rosenqvist fecham o grupo dos dez primeiros na segunda prova. Dixon sai de 18º, enquanto Rossi vai de 21º, quase tendo ido ao muro.

A largada para a corrida 1 acontece logo mais, a partir das 22h15 (em Brasília).

Josef Newgarden sai na pole na corrida 2 de Iowa (Foto: Indycar)

Saiba como foi a definição do grid da rodada dupla de Iowa

A classificação do GP de Iowa teve um sistema novo e simples. Para evitar um excesso de atividades, a categoria resolveu que só teria uma sessão para definir os grids das duas corridas. Como? A primeira volta de cada piloto serviria para definir a ordem de largada da corrida 1, enquanto a segunda seria da corrida 2. Ou seja: chance muito grande de grids quase iguais.

A ordem foi a inversa respeitando a classificação do campeonato, ou seja, o lanterna Marco Andretti abriu os trabalhos. E foi muito, muito lento. Com 18s9 e 18s8, o americano praticamente se colocou em último. Aí veio Jack Harvey, bem mais veloz, com 18s7 e 18s6, já na frente de Andretti para as duas corridas.

Tony Kanaan e Oliver Askew foram para a pista na sequência e, pela primeira vez, mostraram os efeitos da nova regra da Indy. O brasileiro foi mais rápido que o americano para a corrida 2, porém mais lento para a corrida 1. E ambos atrás de Harvey.

Tony Kanaan fez um trabalho bom com a Foyt em posição ingrata (Foto: Indycar)

Aí vieram Alexander Rossi e Takuma Sato, que tiveram desempenhos parecidíssimos. Ambos foram bem velozes na primeira volta, mas perderam o carro, quase deram no muro num bump no fim e, assim, perderam totalmente o ritmo na volta 2. Rossi ficou em primeiro na 1, Sato em 2. Sato se colocou em quinto na 2, Rossi, em sexto.

Ed Carpenter e Charlie Kimball, dois especialistas em ovais, saíram na sequência, com desempenhos parecidos e discretos: Charlie em quinto na corrida 1, Ed em sexto. Na corrida 2, Charlie em terceiro, Ed em quinto.

Chegou a vez de Conor Daly e: um verdadeiro espanto. O americano da Carlin tirou um coelho da cartola, voou, estabelecendo duas voltas muito mais rápidas que a de qualquer outro piloto. Daly não apenas ia para a liderança, mas se colocava como um real postulante a largar nas duas ou três primeiras filas. Rinus VeeKay, que é companheiro de Conor na Carlin nos mistos, saiu logo depois e foi decente. Em quinto na corrida 1 e sétimo na 2, fez bem parecido com Ed Carpenter.

Colton Herta sai de duas boas posições de largada (Foto: Indycar)

Zach Veach saiu na sequência e praticamente garantiu uma última fila de Andretti na corrida 2. Derrapando feio e quase indo ao muro, o americano foi o mais lento para as duas corridas. Álex Palou saiu a seguir e foi bem mediano na primeira volta, mas cresceu bem de rendimento na segunda e se colocou com a terceira marca ali.

Ryan Hunter-Reay foi outro que só foi se encontrar na segunda volta, mas foi com estilo: em segundo, só mais lento que Daly, porém quinto na corrida 1. Santino Ferrucci saiu na sequência e bateu Hunter-Reay na primeira volta, fazendo o caminho inverso e acabando mais lento na segunda.

A grande decepção da classificação ficou por conta de Graham Rahal, que sofreu bastante para achar ritmo e não pegou nem top-10 nas suas duas voltas. Corridas de recuperação à vista para o #15. Felix Rosenqvist foi o primeiro dos grandes favoritos na pista e não foi lá muito bem. O sueco fez a quarta marca na volta 1 e a sexta na volta 2, dificilmente pegaria top-10.

A confirmação do trabalho enorme de Daly e da Carlin veio com Will Power na pista. Com a poderosa Penske, o australiano bateu o americano na segunda volta, mas foi mais lento na primeira. Daly seguia com a pole provisória de forma completamente inesperada. Marcus Ericsson saiu logo depois e fez algo bem parecido com Rosenqvist: sétimo nas duas voltas, fez ali o básico para ficar no limite do top-10 ou perto dele.

Scott Dixon teve uma classificação para lá de complicada (Foto: Indycar)

Outro favoritíssimo à pole que ficou atrás de Daly na primeira volta foi Josef Newgarden. O atual campeão superou Power e bateu também o americano para a corrida 2, mas ficou em segundo no grid da primeira prova. Faltavam quatro pilotos para Daly dar a primeira pole para a Carlin. Veio Pato O’Ward e mais um desempenho bem discreto de alguém que pegou a pista em ótimo estado.

Quem se deu muito mal mesmo foi Simon Pagenaud. O francês teve problema na pressão do combustível e sequer foi à pista. Assim, deixou de se classificar para as duas corridas. Restavam Colton Herta e Scott Dixon para a pole histórica de Daly.

Herta até que foi bem, se colocou ali em quarto e quinto, mas nada que impactasse na vida de Daly. Dixon foi bem pior, errou logo de cara e sofreu para se posicionar no top-20. Incrivelmente, Daly tinha a primeira pole da carreira e a primeira da Carlin. Newgarden ficava na frente para a corrida 2.

Indy 2020, GP de Iowa, Corrida 1, Grid de Largada:

1C DALYCarlin Chevrolet18.371 
2J NEWGARDENPenske Chevrolet18.380+0.009
3W POWERPenske Chevrolet18.411+0.040
4C HERTAAndretti Honda18.412+0.041
5A ROSSIAndretti Honda18.683+0.312
6T SATORLL Honda18.698+0.327
7F ROSENQVISTGanassi Honda18.705+0.334
8P O’WARDMcLaren Chevrolet18.753+0.382
9J HARVEYMeyer Shank Honda18.754+0.383
10M ERICSSONGanassi Honda18.767+0.396
11S FERRUCCIDale Coyne Honda18.784+0.413
12R HUNTER-REAYAndretti Honda18.791+0.420
13R VEEKAYCarpenter Chevrolet18.821+0.450
14O ASKEWMcLaren Chevrolet18.834+0.463
15C KIMBALLFoyt Chevrolet18.841+0.470
16E CARPENTERCarpenter Chevrolet18.858+0.487
17S DIXONGanassi Honda18.863+0.492
18A PALOUDale Coyne Honda18.877+0.506
19T KANAANFoyt Chevrolet18.878+0.507
20M ANDRETTIAndretti Honda18.995+0.624
21G RAHALRLL Honda19.111+0.740
22Z VEACHAndretti Honda19.452+1.081
23S PAGENAUDPenske Chevrolet

Indy 2020, GP de Iowa, Corrida 2, Grid de largada:

1J NEWGARDENPenske Chevrolet18.356 
2W POWERPenske Chevrolet18.388+0.032
3C DALYCarlin Chevrolet18.395+0.039
4R HUNTER-REAYAndretti Honda18.471+0.115
5C HERTAAndretti Honda18.557+0.201
6J HARVEYMeyer Shank Honda18.655+0.299
7A PALOUDale Coyne Honda18.670+0.314
8T KANAANFoyt Chevrolet18.730+0.374
9M ERICSSONGanassi Honda18.750+0.394
10F ROSENQVISTGanassi Honda18.784+0.428
11C KIMBALLFoyt Chevrolet18.789+0.433
12P O’WARDMcLaren Chevrolet18.810+0.454
13O ASKEWMcLaren Chevrolet18.824+0.468
14E CARPENTERCarpenter Chevrolet18.843+0.487
15R VEEKAYCarpenter Chevrolet18.868+0.512
16S FERRUCCIDale Coyne Honda18.882+0.526
17M ANDRETTIAndretti Honda18.897+0.541
18S DIXONGanassi Honda18.984+0.628
19G RAHALRLL Honda19.014+0.658
20T SATORLL Honda19.024+0.668
21A ROSSIAndretti Honda19.085+0.729
22Z VEACHAndretti Honda19.949+1.593
23S PAGENAUDPenske Chevrolet
Paddockast #70 | O QUE ESPERAR DA MOTOGP 2020?
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube