Indy

Dixon supera Newgarden e comanda primeiro treino livre em Toronto. Rossi é 4º

O primeiro treino livre do GP de Toronto foi extremamente movimentado. Com três bandeiras vermelhas e os líderes se enfrentando no topo da tabela de tempos, melhor para Scott Dixon, com Josef Newgarden em segundo e Alexander Rossi em quarto

Grande Prêmio / GABRIEL CURTY, de São Paulo
O TL1 da Indy em Toronto não foi muito convencional. Numa sessão cheia de bandeiras vermelhas e com os tempos despencando no finalzinho nesta sexta-feira (12), Scott Dixon levou a melhor, derrotando um Josef Newgarden que foi do muro ao segundo lugar em poucos minutos. 

Dixon virou 1min01s072, uma maca que não deve estar nem próxima de uma eventual pole neste sábado, mas que é significativa em um TL1 que foi tão atrapalhado por bandeiras vermelhas. O próprio Newgarden saiu do muro para o segundo lugar em poucos minutos, 0s142 atrás do rival.

Felix Rosenqvist liderou uma parte da sessão e acabou ainda com o terceiro lugar, indicando que a Ganassi pode finalmente ter achado a forma ideal em 2019. Grande rival de Newgarden em 2019, Alexander Rossi foi quarto, aparecendo apenas em alguns bons minutos de voltas rápidas no meio do treino.

Ryan Hunter-Reay, Will Power, Sébastien Bourdais, Takuma Sato e Spencer Pigot fecharam o top-10, com Power e Sato, assim como Newgarden, também causando bandeiras vermelhas. Tony Kanaan foi 20º e Matheus Leist ficou em 21º.
Scott Dixon puxou a fila no TL1 (Foto: IndyCar)
Saiba como foi o TL1 do GP de Toronto
 
O primeiro treino livre para o GP de Toronto teve movimentação considerável na pista desde os primeiros instantes. Assim que a bandeira verde saiu, Spencer Pigot foi lá para registrar uma volta ainda bem alta em 1min13s.
 
Quem vinha para derrubar bastante a marca e começar a estabelecer algo mais próximo da realidade era Felix Rosenqvist, que atacava bem o traçado de rua e fazia 1min03s e, depois, 1min02s331.
 
Depois do primeiro terço de atividade, o sueco puxava a fila seguido nem tão de perto assim por Will Power, Colton Herta, Santino Ferrucci e Sage Karam.
 
Tudo parecia normal, mas Power ainda precisava aprontar uma das suas e tinha de ser assim, logo no comecinho mesmo. O australiano deu uma rodada de respeito e atravessou na reta, causando uma bandeira vermelha que, mesmo quando saiu, deixou a sessão morna.
 
Após alguns minutos de marasmo, Alexander Rossi resolveu aparecer e encaixou uma série de três voltas muito impressionante. Primeiro, se colocou em quarto com 1min03s, depois virando líder com 1min02s e, finalmente, achando um giro em 1min01s436, ditando o ritmo do TL1.
 
O início da segunda metade da atividade foi o momento em que grande parte do grid passou a virar rápido e, por mais que Rossi seguisse na ponta, Scott Dixon, Simon Pagenaud, Takuma Sato, Graham Rahal e James Hinchcliffe surgiram bem.
 
E a Penske, hein? Josef Newgarden, que estava apagadinho, fez praticamente a mesma coisa que Power, rodou e deu um toque na reta, causando a segunda bandeira vermelha do dia.
 
Só que desta vez praticamente nem houve tempo para os pilotos deixarem a pausa para trás, com Takuma Sato tendo um contato com o muro e parando ali na curva 11 assim que a bandeira verde voltou.

Eram ali pouco mais de cinco minutos para o final e os pilotos resolveram atacar de vez o traçado. Dixon tirou Rossi da dianteira, mas quase saiu de lá quando o cronômetro já havia zerado. Primeiro, Rosenqvist que encostou, depois, Newgarden ressurgiu das cinzas para garantir a segunda colocação.

Indy 2019, GP de Toronto, TL1:

1 S DIXON Ganassi Honda 1:01.072   18
2 J NEWGARDEN Penske Chevrolet 1:01.214 +0.142 14
3 F ROSENQVIST Ganassi Honda 1:01.240 +0.168 27
4 A ROSSI Andretti Honda 1:01.384 +0.312 16
5 S PAGENAUD Penske Chevrolet 1:01.497 +0.425 16
6 R HUNTER-REAY Andretti Honda 1:01.670 +0.598 15
7 W POWER Penske Chevrolet 1:01.684 +0.612 17
8 S BOURDAIS Dale Coyne Honda 1:01.718 +0.646 16
9 T SATO RLL Honda 1:01.808 +0.736 15
10 S PIGOT Carpenter Chevrolet 1:01.829 +0.757 18
11 M ANDRETTI Andretti Honda 1:01.875 +0.803 17
12 G RAHAL RLL Honda 1:01.888 +0.816 16
13 J HINCHCLIFFE SPM Honda 1:01.930 +0.858 16
14 E JONES Carpenter Chevrolet 1:02.051 +0.979 15
15 C HERTA Harding Honda 1:02.098 +1.026 23
16 M CHILTON Carlin Chevrolet 1:02.237 +1.165 14
17 Z VEACH Andretti Honda 1:02.401 +1.329 14
18 S FERRUCCI Dale Coyne Honda 1:02.474 +1.402 18
19 M ERICSSON SPM Honda 1:02.696 +1.624 21
20 T KANAAN Foyt Chevrolet 1:02.917 +1.845 17
21 M LEIST Foyt Chevrolet 1:03.076 +2.004 17
22 S KARAM Carlin Chevrolet 1:03.977 +2.905 23

Paddockast #24
A BATALHA: Indy x MotoGP



Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.