Edição 2018 das 500 Milhas de Indianápolis tem retorno do Bump Day como atração especial em meio a 35 inscritos

Após mais de meia década de ausência, a Indy 500 volta a vivenciar o Bump Day para definir, além de Fast Nine e definição do grid de largada, quem serão os dois pilotos cortados do grid para que 33 carros formem o tamanho tradicional da largada da corrida mais tradicional dos Estados Unidos

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A edição de 2018 das 500 Milhas de Indianápolis marca o retorno de uma antiga tradição da corrida e que estava ausente há alguns anos: o Bump Day.  Será a primeira vez desde 2011 que todos os pilotos inscritos passarão por uma provação e sequer terem o direito de largar em uma das 11 filas da maior prova do automobilismo norte-americano.

 
Os últimos anos viram a presença estacionar em exatos 33 carros, como manda o figurino. Em 2013 e 2015, 34 carros foram inscritos, mas Michel Jourdain e Buddy Lazier, respectivamente, não conseguiram sequer fazer um treino classificatório e, desta feita, nem entraram na disputa. Com 35 inscritos, não vai ter jeito: a eliminação começa antes.
 
Os tempos atuais são de maior profissionalismo que outros, é bem verdade. Cada equipe precisa de patrocínio para descolar a entrada de um novo carro e algumas equipes são sazonais, disputando somente a Indy 500 para se manter na ativa para o ano que vem. O dinheiro fala alto e fazer os patrocinadores correrem o risco de pagarem caro para nem aparecerem na corrida é uma aposta que parece mais romântica que pragmática. 
 
De qualquer forma, não chegou a ser uma dúvida para a Indy. "Honestamente, jamais nos passou pela cabeça ter mais de 33 [na pista]. Haverá a classificação e nós teremos 33 carros. É uma das tradições. 11 filas de três carros é um símbolo do evento, um pouco como ter leite para o vencedor", afirmou o presidente Mark Miles quando estava claro que os inscritos seriam muitos. 
Cerimônias da Indy 500 (Foto: IndyCar)
De fato, desde 1934 apenas três vezes a Indy 500 partiu com menos de 33 carros na pista e sempre por situações casuais. A última vez, uma confusão com o formato da classificação, antes disso o grid com mais de 33 pilotos aparecera pela última vez em 1979.
 
A questão pode ser tratada como tradicional – e é -, mas o que decide o jogo é a parte comercial. A Indy assume um risco com a decisão que toma e aparentemente está vivendo bem com isso. Segundo Tony Kanaan falou em entrevista ao jornal norte-americano 'Indy Star', "os patrocinadores sabem o risco que estão aceitando". E foi a favor do Bump Day: "Fale com Mario Andretti ou AJ Foyt, na época deles gente era eliminada o tempo todo. As pessoas nem sempre chegavam até o show, mas ficava tudo OK."
 
Ao mesmo jornal, no entanto, Dixon deu opinião contrária. "Seria interessante se eles decidissem aumentar o grid um pouco mais", falou. 
 
Provavelmente a Indy tirará 2018 como uma lição para o que fazer em situações como estas no futuro. Por enquanto, fica a animação por voltar a somar mais que 35 inscritos e, de maneira geral, sem a popular 'baba do boi' como foi Buddy Lazier nos últimos anos numa equipe própria.
Cerimônias da Indy 500 (Foto: IndyCar)
Dos 35 carros, o Bump Day irá separar que entra e quem não. Será no sábado, 19 de maio. Os nove mais rápidos se classificam para o Fast Nine e a luta pela pole, quem ficar entre décimo e 33º volta à pista no domingo para definir exatamente em que ordem se classificam. Os que ficarem com a 34ª e 35ª colocações, estão fora.
 
As cartas estão na mesa. 

A lista de inscritos:

1 Josef NEWGARDEN EUA Penske Chevrolet
3 Helio CASTRONEVES BRA Penske Chevrolet
4 Matheus LEIST BRA Foyt Chevrolet
5 James HINCHCLIFFE CAN Schmidt Peterson Honda
6 Robert WICKENS CAN Schmidt Peterson Honda
7 Jay HOWARD ING Schmidt Peterson Honda
9 Scott DIXON NZL Ganassi Honda
10 Ed Jones EAU Ganassi Honda
12 Will Power AUS Penske Chevrolet
13 Danica PATRICK EUA Carpenter Chevrolet
14 Tony KANAAN BRA Foyt Chevrolet
15 Graham RAHAL EUA RLL Honda
17 Conor Daly EUA Foyt Chevrolet
18 Sébastien BOURDAIS FRA Dale Coyne Honda
19 Zachary CLAMAN DE MELO CAN Dale Coyne Honda
20 Ed CARPENTER EUA Carpenter Chevrolet
21 Spencer PIGOT EUA Carpenter Chevrolet
22 Simon PAGENAUD FRA Penske Chevrolet
23 Charlie KIMBALL EUA Carlin Chevrolet
24 Sage KARAM EUA DRR Chevrolet
25 Stefan WILSON ING Andretti Honda
26 Zach Veach EUA Andretti Honda
27 Alexander ROSSI EUA Andretti Honda
28 Ryan HUNTER-REAY EUA Andretti Honda
29 Carlos MUÑOZ COL Andretti Honda
30 Takuma SATO JAP RLL Honda
32 Kyle KAISER EUA Juncos Chevolet
33 James DAVISON AUS Foyt Chevrolet
59 Max CHILTON ING Carlin Chevrolet
60 Jack Harvey ING Meyer Shank e Schmidt Peterson Honda
63 Pippa MANN ING Dale Coyne Honda
64 Oriol SERVIÀ ESP Scuderia Corsa e RLL Honda
66 JR HILDEBRAND EUA DRR Chevrolet
88 Gabby CHAVES COL Harding Chevrolet
98 Marco ANDRETTI EUA Andretti Honda

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar