Castroneves mantém desejo por título da Indy: “Vou atrás do meu campeonato”

Com quatro vitórias na Indy 500, Helio Castroneves não escondeu o desejo de se tornar campeão. Brasileiro foi vice nas temporadas de 2002, 2008, 2013 e 2014

Castroneves passou Palou para vencer a Indy 500 (Vídeo: NBC)

Helio Castroneves descreveu o clima das últimas voltas das 500 Milhas de Indianápolis. O brasileiro travou um intenso duelo contra o espanhol Álex Palou, da Ganassi, e saiu com a quarta vitória da carreira na tradicional prova, a primeira em 12 anos.

Em coletiva de imprensa com pilotos brasileiros, Castroneves contou que não tinha a intenção de passar muitas voltas na liderança ao longo da corrida, mas apenas de entender contra quem estava competindo. Nas voltas finais, teve Palou e o mexicano Pato O’Ward como principais adversários.

“Nas 25 últimas voltas, foi quando eles falaram: ‘a corrida é entre você e ele’. Eu não queria liderar a corrida inteira, só queria fazer minha estratégia e entender contra quem estava correndo, se era o Pato, Herta. Na hora, eu estava estudando, e o mais legal é o que meu carro me permitia fazer isso. A hora que eu quisesse sair da situação, eu passava. Meu carro era tão bom que eu poderia passar a hora que quiser, e eu estava confortável, só esperando”, comentou Castroneves.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
WEB STORIES: Como foi a quarta vitória de Helio Castroneves na Indy 500?

Helio Castroneves venceu as 500 Milhas de Indianápolis (Foto: IndyCar)

Helio também revelou que a intenção de ultrapassar Palou era apenas na última volta, mas com ele chegando no tráfego de retardatários, decidiu antecipar a manobra, que veio na curva 1 do 199º giro da prova.

“O legal é que sabia que na bandeira branca, precisava passar aquele cara. De repente, vi os retardatários chegando e falei: ‘não, precisa ser agora’. Se eu deixasse para a última volta, vai embananar. Preciso do retardatário para me puxar, porque eu não tinha a velocidade que ele tinha. Foi aí que tomei a decisão de passar. Deixei muito aberto para ele, em respeito, mas eu estava preocupado mais com os caras da frente, para pegar o vácuo”, seguiu.

“Abrindo a última volta, não esperava chegar no tráfego tão rápido quanto chegamos, o que foi melhor ainda para mim. Porque não é só pé embaixo, tem que calcular o timing. Como eu estava fazendo o timing a corrida inteira, foi como se eu estivesse no começo da corrida”, concluiu.

Castroneves também revelou que não trocaria nenhuma de suas quatro vitórias por um título da Indy, e que negocia com a equipe Meyer Shank para eventualmente buscar o campeonato. Helio foi vice-campeão nas temporadas 2002, 2008, 2013 e 2014.

“Não vou trocar a quarta também, eu vou atrás do meu campeonato. É isso que estou lutando com a equipe, é uma coisa que quero conquistar também”, declarou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar