Insatisfeito com abandono, Castroneves fala em “carro ótimo” e reclama da postura do vencedor Rahal

Helio Castroneves acabou tocado por Ryan Briscoe e foi obrigado a abandonar as 500 Milhas de Fontana. Brasileiro não economizou nas críticas ao australiano e também ao vencedor Rahal

#GALERIA(5368)
Helio Castroneves tinha tudo para sair da etapa de Fontana com um bom resultado e ainda vivo na briga pelo título. Mas, acabou surpreendido por Ryan Briscoe e, depois de um toque, acabou abandonando a prova no circuito oval quando estava na frente.

Após a corrida, o piloto da Penske lamentou o incidente que o tirou da briga pela vitória e não poupou críticas aos envolvidos, inclusive o vencedor da noite Graham Rahal.  

Helio Castroneves para no muro interno da pista após ser espremido por Ryan Briscoe (Foto: Reprodução TV)

"Infelizmente o Graham estava andando muito, muito próximo de mim e naquela hora ele realmente me espremeu. A gente passou quase uma volta andando lado a lado, acho que até chegamos a nos tocar um pouco antes do meu acidente. Ele já estava me espremendo muito. Não consigo entender porque fazer isso em uma corrida tão longa", reclamou.

"Foi aí que Power e Briscoe finalizaram o serviço de vez. O Briscoe não precisava ter feito o que fez. Ele simplesmente me acertou e na hora eu já pensei: 'Essa foi forte'. O carro estava ótimo, a equipe toda fez um grande trabalho", concluiu.

Com o abandono precoce e o triunfo de Rahal, Castroneves caiu do quarto para o quinto lugar na classificação geral do campeonato, sendo superado justamente pelo americano. A liderança permanece nas mãos de Juan Pablo Montoya. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube