Jones celebra “resultados sólidos” na rodada dupla de Detroit e coloca vitória no duelo com Dixon como “algo grande”

Ed Jones teve dois dos três melhores resultados com as cores da Ganassi na rodada dupla de Detroit. O piloto dos Emirados Árabes festejou o fim da pressão e, principalmente, a vitória no duelo com o veterano companheiro Scott Dixon na corrida 2

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Ed Jones teve resultados e performances muito boas no final de semana de rodada dupla em Detroit. Seguro, o piloto dos Emirados Árabes fechou a corrida 1 em sexto e beliscou um pódio na segunda prova, segurando ninguém menos que o companheiro de Ganassi Scott Dixon em boa parte das voltas derradeiras. A confiança, ele mesmo diz, agora está de volta.
 
Jones admitiu que não vinha tendo um bom segundo ano de Indy e primeiro de Ganassi. De acordo com o piloto do #10, já havia, sim, bastante pressão por melhores resultados.
 
"As coisas não estavam caminhando bem para gente, então foi muito importante recuperar o bom momento com dois resultados sólidos em Detroit. Nós trabalhamos muito duro para ter bons resultados, havia uma pressão bem grande em cima de mim, mas a equipe me deu um grande carro e pude trazer os resultados", disse.
Ed Jones foi ao pódio na corrida 2 em Detroit (Foto: IndyCar)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O emiradense valorizou a performance da Ganassi nas ruas da Belle Isle e revelou que recuperou sua confiança com dois top-8 e dois dos três melhores resultados em 2018 – tinha um pódio em Long Beach.
 
"O time teve ótima jornada em Detroit. Scott venceu no sábado, fui ao pódio no domingo e a gente segue querendo ir para frente e, quem sabe, conquistar algumas dobradinhas em breve. Detroit representou um ganho grande de confiança para mim", seguiu.
 
Outro ponto que deixou Jones bastante satisfeito foi ter superado Dixon no duelo interno da Ganassi mesmo após um pit-stop bem ruim que tirou toda a vantagem que tinha para o colega.
 
"Cheguei a batê-lo em outras corridas, mas não foram disputas que nem essa. Competir com ele, passá-lo, terminar na frente… isso foi muito bom. Tenho tentado aprender bastante com ele e nós nos ajudamos, afinal, temos o mesmo objetivo: empurrar a equipe para frente e vencer corridas", completou.
 
A rodada dupla de Detroit foi excelente para Jones, que saltou para o 12º lugar no campeonato. O piloto do #10 agora aparece com 160 pontos, dois pódios e apenas 28 tentos atrás de Simon Pagenaud, último do top-10.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube