Leist enxerga “grande melhoria” na Foyt após 16º lugar em Iowa

Apesar de não alcançar o top-15 na etapa de Iowa, Matheus Leist enxergou avanços feitos pela Foyt em comparação com a corrida de 2018 e a do Texas, o oval mais recente. Gaúcho comentou que resultado melhor viria com acerto na estratégia de pneus

Matheus Leist foi 16º colocado no GP de Iowa da Indy. Apesar do resultado não chamar muita atenção, o brasileiro da Foyt viu pontos positivos na atuação no oval curto.
 
Leist se classificou em último e com um tempo muito abaixo do resto do grid. Na corrida, conseguiu manter um ritmo digno para brigar por posições, e valorizou a melhoria que a Foyt teve em comparação ao Texas, última etapa em oval da Indy, na qual acabou abandonando.
 
“Pensando na maneira que o final de semana começou, realmente foi uma corrida muito boa para nós. Eu passei alguns carros na prova e tínhamos um ritmo positivo aqui em Iowa. Tivemos uma grande melhoria em comparação com a prova que fizemos aqui no ano passado e também com o nosso último oval no Texas”, disse o piloto da Foyt.
Matheus Leist (Foto: Indycar)
Em 19º na classificação, com 170 pontos somados, Leist também comentou que a estratégia de pneus impediu um resultado melhor em Iowa. Agora, o piloto parte para a etapa de Mid-Ohio, visando o segundo top-10 da temporada.
 
“É claro que 16º não é o lugar que queremos terminar as provas, mas terminar uma corrida de 300 voltas somente duas voltas atrás do líder em um oval de 18 segundos é um avanço para nós. Talvez pudéssemos ter conseguido um resultado ainda melhor com a estratégia de pneus, mas fica o aprendizado para seguirmos melhorando nas próximas etapas”, completou Leist.
 
Paddockast #25
Bênçãos e Maldições da Fórmula E

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube