Líder em 2016, Pagenaud luta para romper barreira e enfim vencer em oval. E já traça tática: “O ataque é a melhor defesa”

Simon Pagenaud é o líder absoluto da Indy em 2016 e um dos favoritos ao título, mas o francês tem um ponto fraco: pistas ovais. O piloto nunca venceu neste tipo de traçado e tem agora a chance de enfim romper essa barreira e sair vitorioso nas 500 Milhas de Indianápolis

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Um pouco como Nico Rosberg na F1, Simon Pagenaud é o cara da Penske neste início de temporada em 2016. O francês chega a Indianápolis na liderança da Indy, puxando os companheiros de equipe na classificação do campeonato e caminha a passos bastante largos rumo ao título. Mais que isso, Pagenaud vem apresentando um desempenho perto do impecável. Venceu as três últimas provas do campeonato e larga para as 500 Milhas de Indianápolis como um forte favorito à vitória. 

 
Só que a Indy é um campeonato bem particular. E as pistas ovais, que integram o calendário junto com os mistos e os traçados de rua, desempenham um papel desafiador para os pilotos e nem todos se adaptam facilmente aos circuitos que mais caracterizam o automobilismo nos EUA. E esse é o caso de Simon.
 
O dono do carro #22 anda muito bem em mistos e traçados urbanos, herança de sua origem no esporte a motor, mas nos ovais o rendimento ainda é bastante mediano. Pagenaud, entretanto se disse mais forte neste quesito. E revelou que a ajuda dos colegas mais experientes da Penske tem sido essencial, para preencher a única lacuna que parece sobrar em sua performance na categoria norte-americana.
Simon Pagenaud tenta enfim vencer em oval na Indy neste fim de semana (Foto: IndyCar)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"O oval é uma coisa bastante particular", contou o piloto. "Você simplesmente precisa reaprender tudo. Quando eu andei pela primeira vez em um oval aqui, em 2012, eu nem conseguia imaginar que estava dentro de um carro de corrida", contou aos jornalistas em Indianápolis, em coletiva de imprensa acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO

 
"Na verdade, é uma questão de se colocar na pista, gerenciar a velocidade e de guiar tentando controlar tudo. É tudo diferente, downforce, comportamento do carro. Também tem a questão de andar no meio de outros carros, de controlar a turbulência, as ultrapassagens e encontrar a velocidade correta", completou Simon, que ainda não venceu em ovais. 
 
Pagenaud citou o segundo lugar em Phoenix neste ano como um passo importante para melhorar seu desempenho. “Foi um ótimo resultado. E fiquei orgulhoso do que conseguimos. Acho que foi um resultado que refletiu o trabalho da equipe e com os meus companheiros de equipe. Nós conversamos muito sobre tudo, estamos todos em busca do mesmo objetivo”, acrescentou.
 
“Acho que me sinto pronto para vencer”, emendou o francês, que já tem a estratégia para tentar sair de Indy com uma inédita vitória no Speedway e o recorde de quatro triunfos seguidos na categoria.  “É atacar, porque o ataque é a melhor defesa.”
 
PADDOCK GP #30 DEBATE INDY, F-E E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube