Andretti cogita aposentadoria em caso de vitória na Indy 500: “Pensei sobre isso”

Marco Andretti explicou os motivos de ter mais confiança de vitória em 2021 do que em 2020, quando era pole-position. Piloto reconheceu possibilidade de aposentadoria caso vença a corrida

Álex Palou foi a primeira vítima na classificação em Indianápolis (Vídeo; Reprodução)

Pole-position em 2020, Marco Andretti vai largar apenas do 25º lugar na edição 2021 das 500 Milhas de Indianápolis. Aos 34 anos de idade e já fora da temporada completa da Indy, o piloto revelou que pensa em uma possível aposentadoria caso finalmente consiga a vitória no Speedway, depois de bater na trave em diversas vezes.

Marco foi ao top-3 da Indy 500 em quatro oportunidades diferentes. A edição mais marcante certamente é em 2006, quando disputou a vitória com Sam Hornish Jr. e foi batido na linha de chegada. Andretti resolveu que ainda está indeciso sobre o futuro na categoria caso realmente vença.

“Pensei sobre isso. Eu penso que quando você faz isso, muitas oportunidades surgem e eu deveria ajustar meus planos. Se uma oferta muito boa vier, é difícil recusar, você aceita. Por isso é uma resposta que não posso dar, veremos. Seria um bom problema para ter, uma boa decisão a ser feita”, comentou o piloto durante o Media Day da Indy 500.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
WEB STORIES: Relembre os 10 últimos vencedores da Indy 500

Marco Andretti pensa em aposentadoria (Foto: IndyCar)

Marco também revelou que descobriu um problema no assoalho do carro #98 após a classificação, e por isso a posição de grid foi tão ruim em comparação com a pole de 2020. Todavia, o piloto afirmou que a situação de 2021 é mais confortável que a do ano passado pela confiança que tem no bólido para o ritmo de corrida.

“Temos sorte por classificar para a corrida. Encontramos um problema após a classificação, trocamos tudo no carro, e durante toda a semana alertei pra algo aerodinâmico dominando o carro, e não importava o quanto mudássemos, eram as mesmas características, mesma velocidade, e éramos lentos”, comentou.

“Depois vimos que era o assoalho. Mudamos, ganhamos downforce e perdemos arrasto, e estamos de volta ao jogo. Eu fiquei triste por ter classificado nesta posição, mas estou super confiante no domingo com o carro. Me sinto melhor com esta corrida do que quando tinha a pole no ano passado. Se tivesse de escolher, preferia estar neste cenário”, completou.

A 105ª edição das 500 Milhas de Indianápolis está marcada para acontecer no próximo domingo (30). A largada é esperada para acontecer às 13h45 (de Brasília). 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar