McLaren admite interesse por Pérez na Indy em 2021, mas crê em permanência na F1

Zak Brown, CEO da McLaren, quer conversar com Sergio Pérez para um terceiro carro na Indy em 2021. No entanto, o dirigente crê que o mexicano vai assinar com Haas ou Alfa Romeo

Sergio Pérez, que deixa a Racing Point ao final do campeonato de 2020, teve uma passagem bastante conturbada e sem grandes resultados pela McLaren na temporada 2013 da Fórmula 1. No entanto, a equipe não fechou as portas para o mexicano. Pelo menos na Indy. Nesta sexta-feira (11), o CEO Zak Brown admitiu que tem interesse em contar com Pérez no projeto do time na categoria norte-americana em 2021, mas acha que não vai acontecer ainda com a perspectiva de Checo seguir mais um tempo na F1.

Brown acredita que Pérez vai acabar assinando com Haas ou Alfa Romeo, mas garante que, caso o mexicano procure a Indy, quer conversar e retomar um casamento que, na F1, não deu certo no início da década.

Sergio Pérez na McLaren Indy? Quem sabe… (Foto: Racing Point)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Ele provavelmente vai seguir na F1, é meu palpite: Haas ou Alfa Romeo. Mas, se ele tiver interesse em mudar para a Indy, acho que ele é um ótimo piloto e nós, definitivamente, temos interesse em conversar com ele”, disse.

Zak deixou claro que não seria na vaga dos atuais titulares Pato O’Ward e Oliver Askew, assim, Pérez até poderia se juntar ao time, mas com um pacote também que envolvesse a parte financeira para o terceiro carro da McLaren na Indy.

“Nós iríamos precisar de orçamento para três carros e, por enquanto, só temos para dois. A gente não conseguiria assinar com ele hoje, então, mas é algo que seria viável com o histórico bom dele de bastidores e com a nossa parte comercial, seria ótimo ter alguém como Sergio, nós gostaríamos que isso acontecesse”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube