McLaren quebra tabu de 42 anos na Indy com vitória de O’Ward no GP do Texas 2

Antes de Pato O'Ward, todas as vitórias da história da McLaren eram de Johnny Rutherford, inclusive nas edições de 1974 e 1976 das 500 Milhas de Indianápolis

Pietro Fittipaldi toca em Sébastien Bourdais e causa big-one com seis pilotos na largada do GP do Texas 2

A vitória de Patricio O’Ward no GP do Texas 2 quebrou algumas marcas longas na Indy. Além de ter sido a primeira vitória de um mexicano em quase 17 anos, também foi a primeira vitória da McLaren na categoria em 42 anos. Pato também registrou o triunfo inicial do time na nova jornada na categoria, feita em parceria com a Schmidt Peterson.

A última vitória da McLaren na Indy era no dia 22 de abril de 1979, quando Johnny Rutherford venceu as duas corridas da rodada dupla de Atlanta. Antes de O’Ward, todas as 18 viutórias da McLaren na categoria saíram das mãos de Rutherford, inclusive as edições de 1974 e 1976 da Indy 500.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Pato O’Ward levou o México ao topo após quase 17 anos (Foto: Indycar)

Donos e acionistas da McLaren SP, Sam Schmidt e Ric Peterson terminaram um tabu de três anos sem vencer com o triunfo de Pato. A vitória anterior foi com o canadense James Hinchcliffe no GP de Iowa de 2018.

O’Ward também entrou para a lista dos 10 mais jovens pilotos a vencer uma corrida na Indy, já que triunfou aos 21 anos e 11 meses. Colton Herta, Graham Rahal, Marco Andretti, Jimmy Davies, Nelson Philippe, Scott Dixon, Sam Hornish Jr, e Tomas Scheckter estão na frente do mexicano.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube