McLaren saca Hinchcliffe, e Askew faz dupla com O’Ward em 2020

McLaren aposta em um time jovem no seu ano de estreia na Indy. Patricio O'Ward pilotará ao lado de Oliver Askew, campeão da temporada 2019 da Indy Lights. James Hinchcliffe fica de fora e corre grande risco de se ausentar do grid da categoria em 2020. Informação é do site Racer.com

A McLaren vai para sua temporada inaugural na Indy com um time de jovens pilotos. O site Racer.com confirmou a reportagem do GRANDE PRÊMIO com o mexicano Pato O’Ward na equipe, mas ao lado do americano Oliver Askew, e não do canadense James Hinchcliffe.
 
Veterano do grid, Hinchcliffe estava com a Schmidt Peterson desde 2015 e chegou a ser confirmado na McLaren SP por Sam Schmidt em agosto, porém, um ensaio nu para a revista ESPN: The Body Issue, em que o logo da empresa Arrow Eletronics era visível, prejudicou a imagem do canadense com o time, culminando na saída. O anúncio oficial deve acontecer nesta semana.
 
Hinchcliffe corre o risco de ficar fora do grid da Indy. Patrocinado pela Honda, o piloto não deve encontrar portas abertas na Andretti, que já tem cinco carros, ou na Ganassi, que assinou Marcus Ericsson em um terceiro bólido. A Dale Coyne pretende manter a dupla entre Sébastien Bourdais e Santino Ferrucci, enquanto os planos do terceiro carro da RLL não soam mais tão prováveis.
 
Com 22 anos de idade, Oliver Askew é o atual campeão da Indy Lights. O piloto foi um dos destaques do Road to Indy, com o título da USF2000 em 2017, o terceiro lugar na Pro Mazda, e o título na temporada passada de forma dominante. O piloto nunca foi conhecido por carregar bastante dinheiro, e chegou a ganhar um recente teste na Ganassi, mas o anúncio de Marcus Ericsson no time diminuiu suas chances.
 
O’Ward também foi campeão da Indy Lights. Vencedor da temporada 2018, ele estreou na Indy naquele mesmo ano, pela Harding, em Sonoma. A equipe chegou a confirmar o mexicano como piloto para 2019, mas foi forçada a reduzir as operações por problemas financeiros. Pato foi para a Carlin, onde fez sete corridas. Ele assinou com o time de jovens pilotos da Red Bull, deixando a Indy e correndo na Super Fórmula, mas terminou o vínculo em novembro, abrindo espaço para a McLaren.
 
A temporada da Indy terá início no dia 15 de março de 2020, com o GP de St. Pete.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube