Newgarden diz que 4º lugar “não foi ruim”, mas vê “destino selado” em classificação

Josef Newgarden admitiu que a quarta colocação foi o que deu para fazer em Toronto e explicou que a posição de largada foi definitiva para ficar fora do pódio

Josef Newgarden quase não apareceu no GP de Toronto da Indy, mas ainda salvou um quarto lugar que o manteve na liderança do campeonato. O americano, neste domingo (14), ainda tomou um baita susto, batendo na curva 11 e levando muita sorte ao não danificar nada e conseguindo se arrastar nas voltas finais sem perder posições. Até por isso, um resultado que Josef valoriza.
 
Newgarden admitiu que teve uma etapa muito dura nas ruas canadenses e falou de como a vontade de terminar na frente do rival Alexander Rossi quase o levou a um abandono que poderia ser fatal no campeonato.
 
"Foi um final de semana duro, certamente não foi o meu melhor. Toquei o muro da curva 11 no fim e tive voltas muito duras até o final da corrida. Estava ali fungando no cangote do Rossi e quis uma posição a mais, deu nisso. Mas acho que selamos nosso destino na classificação, largar em quinto foi complicado", disse.
Josef Newgarden viveu dias de luta em Toronto (Foto: IndyCar)

O piloto do #2 explicou que não ter classificado tão bem foi fundamental para que o pódio não fosse alcançado e, principalmente, o que seria a quarta vitória em 2019.

 
"Em uma corrida de bandeira verde como essa, você chega quase onde larga. Não tem muito o que fazer nos pit-stops para achar algo novo. Não tínhamos o necessário para terminar na frente do Rossi e do Dixon, sabíamos que se o Pagenaud largasse bem seria impossível de batê-lo. Meu foco era o pódio, mas o quarto lugar não é ruim por esse final de semana difícil que tive", completou.
 
 

Paddockast #24
A BATALHA: Indy x MotoGP

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube