Problema com imigração impede Aleshin de deixar França e faz SPM colocar Wickens em Elkhart Lake

Depois de correr nas 24h de Le Mans, Mikhail Aleshin ainda não conseguiu deixar a França por problemas de imigração. Assim, a Schmidt Peterson teve de chamar para seu lugar o canadense Robert Wickens, que atualmente corre no DTM pela Mercedes

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Robert Wickens foi chamado pela Schmidt Peterson para substituir Mikhail Aleshin no carro #7 na etapa de Elkhart Lake, que acontece neste fim de semana. A troca de última hora ocorreu porque o russo, que competiu nas 24 Horas de Le Mans, ainda não conseguiu deixar a França por problemas com a imigração. Na nota emitida pela equipe na noite desta quinta-feira (22), não há detalhes sobre os contratempos que impedem o piloto de viajar. No entanto, o time garantiu que está trabalhando para que a questão seja resolvida o mais rápido possível. 

 
Só que, no momento, ainda segundo o comunicado, Aleshin não tem como chegar a tempo para os primeiros treinos livres em Road America. Portanto, Wickens assume o carro já a partir desta sexta-feira. E se a situação persistir, o canadense, que corre a temporada integral no DTM pela Mercedes, completa o fim de semana no lugar de Mikhail.

Não é a primeira vez que o russo tem problemas com a imigração. Em fevereiro do ano passado, Aleshin enfrentou problemas com seu visto de trabalho e, de última hora, a Schmidt Peterson se viu obrigada a substituir o russo no comando do #7 para os testes de pré-temporada em Phoenix.

 
"Desde que competiu nas 24h de Le Mans no último fim de semana, Mikhail Aleshin não conseguiu deixar a França devido a problemas de imigração, que o impedem de retornar aos EUA. A equipe executiva da Schmidt Peterson vem trabalhando diligentemente no retorno de Aleshin para ao país, como forma de colocá-lo para guiar na etapa de Elkhart Lake", afirmou o comunicado da equipe.
Robert Wickens vai andar na Indy neste fim de semana (Foto: DTM)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"No entanto, neste momento, o piloto russo não tem como chegar a tempo para as atividades de pista desta sexta-feira. A equipe, então, elegeu o canadense Robert Wickens para guiar o carro #7 até que a questão da imigração esteja resolvida. Nenhum comentário sobre a situação de imigração de Aleshin será dado neste momento", completou a nota.

 
Wickens já teve a oportunidade de andar com o carro da Indy a convite do amigo e compatriota James Hinchcliffe, em fevereiro, na pista de Sebring, na Flórida. Hinchcliffe vai dividir o pit-wall com Robert neste fim de semana.
NOVA DERROTA EM 2017 MOSTRA QUE TOYOTA E LE MANS SÃO COMO ‘ÁGUA E ÓLEO’

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube