VeeKay e Sato perdem 6 posições no grid por troca de motor antes do GP de Portland

Rinus VeeKay, Takuma Sato e Ryan Hunter-Reay tiveram problemas antes da classificação da Indy em Portland. Holandês e japonês vão levar punições por troca de motor

GP DA ITÁLIA: TUDO SOBRE A SPRINT RACE/CLASSIFICAÇÃO E O GRID DE LARGADA DA F1 2021 | Briefing

Rinus VeeKay e Takuma Sato receberam punições por trocas não autorizadas de motor antes do GP de Portland, que acontece neste domingo (12). O holandês da Carpenter e o japonês da RLL perderam seis posições no grid cada, que serão aplicadas após a classificação deste sábado.

A mudança de motor de VeeKay ainda é efeito da corrida mais recente da Indy, que aconteceu em Gateway, em agosto. Na ocasião, o piloto tocou nos postulantes ao título Álex Palou e Scott Dixon, causando um acidente e necessitando de reparos no carro.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Takuma Sato precisou de troca de motor (Foto: IndyCar)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Já Takuma Sato teve problemas na RLL ainda no primeiro treino livre da Indy em Portland. O japonês deu apenas três voltas cronometradas nos 75 minutos de atividades e permaneceu nos boxes na maior parte do tempo. A equipe acabou optando pela troca de componentes.

Quem também teve problemas na classificação foi Ryan Hunter-Reay. Depois de um problema mecânico que limitou o campeão de 2012 a apenas 10 voltas de treino livre, a Andretti resolveu abortar a participação do veterano no treino classificatório.

O GP de Portland acontece neste domingo (12). A prova programada para ter 110 voltas é a 14ª das 16 da temporada 2021 da Indy.

NDY ENTRA EM MARATONA PARA DEFINIR CAMPEÃO DE 2021 | GP às 10

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar