RLL oficializa saída de Sato após quatro temporadas e vitória na Indy 500 de 2020

Notícia já era esperada, mas confirmação veio na noite da última terça-feira. Sem Takuma Sato, RLL fica com vaga aberta no grid

GP DA TURQUIA DE F1: HAMILTON COM NOVO MOTOR? RED BULL DE PINTURA NOVA? | Paddock GP #259

A notícia que já era aguardada veio no fim da noite da última terça-feira nos Estados Unidos. Após quatro temporadas de parceria, a RLL anunciou que Takuma Sato deixa a equipe pela qual venceu a segunda edição das 500 Milhas de Indianápolis da carreira. Aos 44 anos – completa 45 em janeiro – o experiente piloto japonês busca vaga no grid, enquanto a equipe fica com assento disponível para 2022.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Sato chegou em 2018 como um retorno, na realidade: havia disputado a temporada 2012 pela equipe e conquistado os dois primeiros pódios dele na categoria – o primeiro em São Paulo. Após quatro anos de Foyt e mais um de Andretti – antes da primeira passagem na RLL já tinha vivido dois na KV -, voltou como o vencedor vigente da Indy 500 e inegavelmente viveu bons momentos.

“Obrigado, Takuma Sato”, agradeceu a equipe em postagem nas redes sociais. “Foi um privilégio e uma honra tê-lo em nosso time não uma, mas duas vezes. Somos gratos para sempre pela dedicação, energia e sucesso que você trouxe. Você sempre será parte da nossa família”, declarou junto de uma colagem de memórias.

A despedida da RLL
Paddockast #123: A McLaren já está na ‘F1 A’? O que falta?

“Obrigados a todos da RLL”, respondeu o piloto. “Foi uma honra guiar o carro #30 ao limite absoluto o tempo inteiro. Meus meninos do #30 sempre fizeram um trabalho incrível e nunca vou esquecer o tempo que passamos juntos. Nosso relacionamento e memórias são para sempre. Obrigado novamente por todo o apoio”, finalizou.

A RLL, no fim das contas, acaba sendo a equipe dos grandes resultados de Sato. Além do auge, a vitória na Indy 500 de 2020, foram outras três vitórias – Portland 2018, Alabama e Gateway 2019 – e dez pódios contando as duas passagens, sendo oito na segunda.

Para a RLL, o grande favorito a se tornar companheiro de equipe de Graham Rahal é Jack Harvey, após a saída da Meyer Shank. Há até a possibilidade de um terceiro carro, mas ainda não confirmada.

Já Sato, dono de 198 corridas da Indy desde 2010, segue em busca de nova vaga. Antes do anúncio da RLL, o japonês havia dito que as chances de permanecer na categoria estão “em 50/50 no momento”.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Confira as últimas notícias da Indy no GRANDE PRÊMIO

GROSJEAN DÁ SALTO NA INDY. AGORA É HORA DE VENCER CORRIDAS | GP às 10

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar