Rossi valoriza pontos, mas afirma que precisa vencer corridas para sonhar com título

35 pontos atrás de Josef Newgarden e com três corridas restantes para o fim da temporada, Alexander Rossi cravou que precisa vencer se quiser ter chances de conquistar o título, mas valoriza qualquer pontos que o aproximem do piloto da Penske

Com três corridas restantes para o fim do campeonato da Indy, Alexander Rossi está 35 pontos atrás do líder Josef Newgarden e tenta manter as esperanças do título vivas no oval de Gateway, que sedia a próxima etapa da temporada, no sábado (24).
 
Rossi tenta se recuperar de um fim de semana desastroso em Pocono. O piloto se envolveu em um forte acidente, causado por Takuma Sato, ainda na primeira volta da corrida. Apesar de retornar para a prova, fechou no 18º lugar.
"Estamos levando uma coisa de cada vez, corrida a corrida. Precisamos de mais uma vitória, mas também precisamos valorizar todos os pontos que podemos conseguir. Pocono foi um desastre para nós este ano, então, é importante conseguir resultados nas últimas três corridas que ajude a diminuir a distância para o Josef", declarou em entrevista ao site inglês “TheCheckeredFlag.com.uk”.
 
Com duas vitórias na temporada, Rossi não subiu no pódio nas últimas três corridas. O piloto da Andretti também falou sobre as diferenças de postura que podem ser adotadas nas provas finais do ano.
 
"Todo ponto conta. Você tem que balancear algumas coisas. Você não quer ser muito agressivo, mas precisa em algumas vezes. Você não quer ser cauteloso, mas é isso que te garante mais pontos no fim. Precisamos ler todas as situações e ter certeza que estamos fazendo a coisa certa", completou.
 
O GP de Gateway da Indy acontece no sábado, a partir das 21h30 (de Brasília), com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube