Dixon quebra jejum de 22 corridas, derrota Herta e leva GP de Toronto da Indy

Scott Dixon largou em segundo, ultrapassou Colton Herta no início da prova e marchou para a 52ª vitória da carreira. Marcus Ericsson ficou em quinto e aumentou liderança do campeonato

GANASSI E ANDRETTI FERVEM: PENSKE PARTE PARA TÍTULO DA INDY

Foram 22 corridas e 14 meses de espera, mas Scott Dixon está de volta ao Victory Lane da Indy. O neozelandês da Ganassi levou o GP de Toronto, disputado na tarde deste domingo (17), no Exhibition Place. Após largar do segundo lugar, o hexacampeão superou Colton Herta logo após a primeira janela de pit-stops e conquistou a 52ª vitória da carreira, a primeira desde o GP do Texas de 2021.

O pole-position Herta, da Andretti, se contentou com o segundo lugar nas ruas canadenses. Foi apenas o segundo pódio do piloto americano em 2022. O sueco Felix Rosenqvist, que se envolveu em batida com Alexander Rossi durante a corrida, levou a McLaren ao terceiro posto, ficando no top-3 pela primeira vez desde a vitória em Road America, em 2020.

Relacionadas


Graham Rahal, da RLL, também teve o melhor resultado do ano ao fechar a prova no quarto lugar, depois de acerto na estratégia. Líder do campeonato, Marcus Ericsson teve outra boa exibição para fechar no quinto posto.

O atual campeão Álex Palou, da Ganassi, fez boa recuperação depois de largar em 22º e fechou em 6º. Simon Pagenaud, Christian Lundgaard, Scott McLaughlin e Josef Newgarden fecharam o top-10 em Toronto. O brasileiro Helio Castroneves, da Meyer Shank, ficou no 17º lugar.

A Indy retorna já no próximo fim de semana com uma rodada dupla no oval do Iowa. A corrida 1 acontece no sábado (23), e a 2 no domingo (24).

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Scott Dixon venceu em Toronto (Foto: IndyCar)

Saiba como foi o GP de Toronto da Indy:

A largada foi autorizada às 16h29 (de Brasília). Herta partiu bem e manteve o primeiro posto. Rossi tentou partir para cima de Newgarden, mas não conseguiu a manobra. Sato destruiu a suspensão dianteira esquerda após ser tocado por Castroneves na curva 8 e abandonou, causando a primeira bandeira amarela da corrida.

A largada em Toronto (Vídeo: Indycar)

A relargada aconteceu na volta 5. Herta mais uma vez partiu bem, seguido por Dixon, Newgarden, Rossi e McLaughlin. Rosenqvist superou Malukas e apareceu na sexta posição.

Após 10 voltas, Herta sustentava uma vantagem de 1s612 para Dixon. O restante do top-10, todos com pneus macios, tinha Newgarden, Rossi, McLaughlin, Rosenqvist, Malukas, Ilott, Ericsson e Lundgaard. Entre os primeiros colocados, o primeiro a ir para os boxes foi David Malukas, que voltou de pneus duros. Em sequência, veio Callum Ilott.

Com 17 voltas, Newgarden e Rossi vieram aos boxes. No giro seguinte, foi a vez de Scott Dixon. Em sequência, vieram Herta e McLaughlin. No retorno dos carros para a pista, o hexacampeão aproveitou os pneus frios do americano da Andretti e tomou a ponta. Malukas surpreendeu e apareceu à frente de Alexander.

Com problemas na asa dianteira, Ilott escapou da pista e despencou no pelotão. Com 24 voltas, a prova tinha um top-4 formado por Rahal, VeeKay, O’Ward e Johnson, todos andando com pneus duros e sem pit-stop realizados. Graham acabou parando antes, enquanto Pato, que superou Rinus, seguiu na pista por mais voltas.

VeeKay veio aos boxes na volta 32, e O’Ward parou na sequência. Dalton Kellett viu o motor Chevrolet da Foyt estourar, recolhendo aos boxes. Dixon finalmente assumiu a ponta, com vantagem de 2s5 para Herta. Johnson ainda resistia em terceiro, com Daly em quarto e Newgarden, 14s atrás do hexacampeão, no quinto lugar.

A ordem dos carros ficou reestabelecida na volta 37. Dixon era líder, seguido por Herta, Newgarden, Rossi, Rosenqvist, Malukas, McLaughlin, Ericsson, Pagenaud e Rahal. Esta mesma sequência se manteve quando a corrida alcançou sua metade.

Rosenqvist iniciou uma pressão forte sobre Alexander Rossi na batalha pelo quarto lugar. Ao tentar uma ultrapassagem na curva 3, o sueco colocou por dentro do americano, mas acabou destracionando e forçando o piloto da Andretti a colidir contra o muro. Bandeira amarela na pista. Com os boxes abertos, todos os pilotos aproveitaram para realizar a segunda parada da corrida, com exceção de Rinus VeeKay e Conor Daly, que assumiram as duas primeiras posições.

Rosenqvist jogou Rossi no muro (Vídeo: IndyCar)

O top-10 da corrida tinha VeeKay, Daly, Dixon, Herta, Rosenqvist, McLaughlin, Rahal, Pagenaud, Ericsson e Palou. A relargada aconteceu na volta 49, com os ponteiros todos mantendo seus respectivos lugares. A bandeira amarela apareceu de novo, agora na volta 55 por conta de detritos na curva 1. Os boxes foram abertos, e Daly aproveitou a oportunidade.

Após limpeza apropriada da pista, bandeira verde na volta 59. VeeKay se segurou bem na primeira posição, mas a amarela veio a surgir novamente, agora por um acidente entre Kyle Kirkwood e Jimmie Johnson na curva 9.

VeeKay eventualmente veio aos boxes, devolvendo a liderança para as mãos de Dixon, que relargou seguido de Herta, Rosenqvist, McLaughlin, Rahal, Pagenaud, Ericsson, Palou, Lundgaard e Newgarden.

A relargada veio na volta 67. Dixon se manteve bem em primeiro, e quem surpreendeu foi Graham Rahal, que pulou ao quarto lugar. McLaughlin partiu muito mal e caiu para a nona posição. Palou, em sexto, estava na cola de Ericsson, buscando um posto no top-5.

Scott disparou na ponta nas voltas finais, e a grande briga da corrida ficou pelo segundo lugar entre Colton Herta e Felix Rosenqvist.

Indy 2022, GP de Toronto, Corrida:

1S DIXONGanassi Honda85 voltas 
2C HERTAAndretti Honda+0.810 
3F ROSENQVISTMcLaren Chevrolet+1.349 
4G RAHALRLL Honda+4.483 
5M ERICSSONGanassi Honda+5.126 
6A PALOUGanassi Honda+6.362 
7S PAGENAUDMeyer Shank Honda+8.739 
8C LUNDGAARDRLL Honda+9.382 
9S MCLAUGHLINPenske Chevrolet+10.286 
10J NEWGARDENPenske Chevrolet+10.656 
11P O’WARDMcLaren Chevrolet+12.428 
12D MALUKASDale Coyne Honda+13.371 
13R VEEKAYCarpenter Chevrolet+18.271 
14C ILOTTJuncos Chevrolet+18.447 
15W POWERPenske Chevrolet+19.018 
16R GROSJEANAndretti Honda+19.793 
17H CASTRONEVESMeyer Shank Honda+20.390 
18D DEFRANCESCOAndretti Honda+21.204 
19J HARVEYRLL Honda+21.947 
20C DALYCarpenter Chevrolet+22.244 
21J JOHNSONGanassi Honda+12 voltas 
22K KIRKWOODFoyt Chevrolet+27 voltasNC
23A ROSSIAndretti Honda+41 voltasNC
24D KELLETTFoyt Chevrolet+55 voltasNC
25T SATODale Coyne Honda+85 voltasNC
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Indy direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.