McLaughlin lamenta punição durante primeira Indy 500: “Não pode errar, precisa ser perfeito”

A estreia de Scott McLaughlin em Indianápolis parecia promissora, sempre próximo do top-10, mas uma punição na reta final da prova por exceder o limite de velocidade nos boxes o levou para o fim do pelotão

Castroneves passou Palou para vencer a Indy 500 (Vídeo: NBC)

Scott McLaughlin estreou nas 500 Milhas de Indianápolis neste ano e quase garantiu um top-10 logo na primeira tentativa. Depois de largar em 17º, o piloto da Penske aparecia entre os primeiros colocados da prova nas voltas finais, mas uma punição por excesso de velocidade no pit-lane o levou para o fim do pelotão ante de terminar no 20º lugar.

O neozelandês entrou nos boxes para a última troca de pneus quando travou ao chegar no radar de velocidade. Apesar de manter o controle do carro e evitar um acidente, como outros fizeram durante a prova, a penalização chegou e o fez cair para 29º. A experiência, de acordo com o novato, foi o exemplo perfeito de um bom resultado jogado fora.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
WEB STORIES: Relembre os 10 últimos vencedores da Indy 500

Scott McLaughlin terminou a Indy 500 em 20º (Foto: IndyCar)

“Um erro te devora. Você não pode errar aqui. Precisa ser, de verdade, um dia perfeito. É um lugar que te pune quando você sequer imagina. Cometi um erro simples, não pisei o suficiente no pedal de freio. Ainda bem que ninguém se feriu porque eu estava muito rápido. No fim do dia, é uma experiência aprendida. Eu vou levar esse aprendizado e vou te dizer, sempre vou checar meus freios antes de chegar ao pit-lane”, afirmou o piloto da Penske.

“Eu estava economizando combustível, o carro estava bom, aprendi muito. Fiz algumas ultrapassagens que realmente curti. Estou obviamente muito feliz por ser o estreante do ano, esse era o objetivo. Ao mesmo tempo, tinha um bom carro, é um pouco agridoce. Eu teria gostado de ficar mais na frente, sinto que poderia acompanhar o pelotão do topo. Não sei se venceria a corrida, mas com certeza chegaria no top-10”, completou.

Com o resultado em Indianápolis, McLaughlin alcançou os 143 pontos no campeonato e ocupa, neste momento, a 9ª colocação na tabela.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar