TV Cultura registra baixa audiência e fica em 5º lugar na estreia da Indy no Alabama

TV Cultura registrou pico de 0,9 com transmissão do GP do Alabama da Indy. Número é metade do que foi alcançado no último domingo com exibição da série 'Planeta Terra'

Josef Newgarden perde controle da Penske, roda e provoca acidente forte na largada da corrida em Barber (Vídeo: IndyCar)

A estreia da TV Cultura como emissora da Indy no Brasil não rendeu altos índices de audiência. De acordo com o Teleguiado, o GP do Alabama da categoria. anotou 0,5 ponto de média, com picos de 0,9 na Grande São Paulo, praça utilizada como parâmetro por boa parte do mercado publicitário. Cada ponto de audiência representa 76.557 domicílios e 205.377 indivíduos.

A transmissão da corrida teve início às 16h20 (de Brasília). Na mesma faixa de horário no último domingo, foi exibida a série ‘Planeta Terra’, que chegou a registrar picos de 2 pontos para a emissora da Fundação Padre Anchieta. A Globo liderou o horário com 12,5 pontos, seguidos por SBT, Record e Band.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
LEIA MAIS: Palou brilha em estreia pela Ganassi e vence primeira na Indy no Alabama. Grosjean é 10º

Álex Palou venceu no Alabama (Foto: IndyCar)

Apesar de audiência baixa, a Indy registrou índices melhores que o da estreia da Fórmula E. A Cultura chegou a flertar com o “traço” na exibição das corridas na Arábia Saudita, chegando a marcar 0,2 na Grande São Paulo.

Na parte da manhã, o automobilismo deu bons índices para a Band, que com a exibição do GP da Emília-Romanha, teve média de 4,3 pontos e pico de 5,5, oscilando entre a segunda e a terceira posição da audiência.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube