America Net puxa largada com ‘big-one’ nas 500 Milhas. #125 da Scuderia GP é atingido

O início das 500 Milhas de Kart foi bem conturbado. A America Net manteve a frente com 1-2, enquanto a Scuderia GP teve problemas com seus dois karts após um 'big-one' na primeira volta

O início das 500 Milhas de Kart não foi dos mais tranquilos neste sábado (21). Após os 12 primeiros passarem sem problemas, Antonella Bassani tomou um toque e, atrás dela, um 'big-one' se formou. Foram cerca de 40 karts parados, uma série de batidas e os dois karts da Scuderia GP no enrosco. Pior para o #125, com Marcos Alemão, que perdeu algumas voltas nos boxes e teve problemas no acelerador.

O #44, que também esteve no congestionamento, relargou após bandeira vermelha no grupo da frente, mas foi logo caindo bastante no pelotão. Gustavo Ariel tomava cerca de 5s por volta no início e apontava algum tipo de problema, mas sem fazer a primeira parada.

No grupo da frente, a America Net começou firme, puxando fila com Rafael Reis no #293 e Lucas Souza logo atrás no #319, que largou na pole. Shell Fittipaldi e dois karts da Amcom seguiam os líderes.

Gustavo Ariel perdeu posições com o kart com problemas no início (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Saiba como foi a largada das 500 Milhas de Kart

A largada para as 500 Milhas de Kart já foi bem caótica às 10h (em Brasília). Logo na primeira volta, por mais que os ponteiros tenham saído de forma tranquila com o #319 na frente, um congestionamento se formou. Pior para o #125 da Scuderia GP, com Marcos Alemão, que foi um dos atingidos na confusão.

 
O #3 das Karteiras, líder da Light, também não se deu bem, com Antonella Bassani recebendo um toque e rodando, aliás, sendo esse o toque original do congestionamento com mais de 40 karts.
 
Só que muita gente ficou parada na pista e, ainda no comecinho, veio a bandeira vermelha. Foram longos 20 minutos sem ação no traçado até que o grid fosse realinhado, retomando as posições originais de largada. No entanto, quem precisou passar por trabalhos de boxes, como o #125 da Scuderia GP, foi para o fundo, com voltas de atraso.

F1)" />
O #319 da Americanet KTF largou na frente nas 500 Milhas (Foto: Carsten Horst/RF1)

A bandeira verde voltou a ser acionada quandos os relógios marcavam 10h21 com Lucas Souza puxando os líderes do #319 e Rafael Reis montando 1-2 da America Net ao passar o #213 da Spirit de Matías Rossi. O reinício também não foi bom para a Scuderia GP, que recuou para 33º com Gustavo Ariel no #44 e apareceu em 63º, seis voltas atrás, com Alemão, voltando para a pista após longo trabalho nos boxes.

 
A Scuderia GP, equipe do GP, conta com dois karts, #44 e #125, e onze pilotos: André Mansano, André Cunha, Alex Campo, Alfredo Salvaia, Elisson Gandolfo, Fabio Nakiri, Gustavo Ariel, Helio Jr, Marcelo Hayasaka, Marcos Alemão e Sidney Rogério.
 
Você acompanha a cobertura completa ‘in loco’ do GRANDE PRÊMIO com os repórteres Felipe Noronha, Gabriel Curty, Guilherme Bloisi, Nathalia De Vivo e os fotógrafos Gabriel Pedreschi e Rodrigo Berton.

Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube