Dia em Penha começa nublado, e previsão aponta para chance de mais chuva no Desafio das Estrelas

Há 73% de chance de chuva neste domingo de Desafio das Estrelas no Kartódromo Beto Carrero depois que a primeira bateria do fim de semana precisou ser cancelada devido a um temporal que desabou sobre Penha

O dilúvio que desabou sobre o Kartódromo Beto Carrero na noite de sábado, felizmente, cessou. Ainda assim, os olhos dos pilotos ficarão voltados para os céus na manhã deste domingo (12), em Penha. A algumas horas da largada para o Desafio das Estrelas, o céu está nublado e a previsão é de chuva.

De acordo com dados do INPE, a probabilidade de chuva é de 73%. A mínima prevista é de 23ºC, e a máxima, de 73ºC.

Pilotos tiveram warm-up para aquecer motores nesta manhã (Foto: Renan do Couto/Grande Prêmio)

A prova decisiva do Desafio teve o grid definido pelo resultado da tomada de tempos realizada ontem à tarde, tudo por causa da chuva.

O temporal que começou a cair pouco depois das 21h deixou a organização sem outra escolha que não fosse cancelar a corrida classificatória marcada para as 21h45. Horas antes, a prefeitura de Penha havia decretado situação de emergência por causa das chuvas da madrugada de sexta para sábado. De acordo com dados da Defesa Civil, 1800 pessoas ficaram desalojadas e 4500 pessoas foram afetadas indiretamente. Apesar disso, não há registros de desabrigados.

Como a pré-final não contaria pontos, simplesmente transferiram o grid de largada dela para a bateria deste domingo. Com isso, quem larga na primeira posição é o italiano Vitantonio Liuzzi, campeão mundial de kart, ao lado do brasileiro Lucas Di Grassi. Organizador do Desafio, Felipe Massa sai em sexto.

GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' o Desafio das Estrelas, no Kartódromo Beto Carrero, com o repórter Renan do Couto. Acompanhe todo o noticiário aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube