Shell Fittipaldi perde ponta com #1, mas recupera com #2 após 8h na Granja. Scuderia GP é 42°

Após 8 horas de prova, a Shell Fittipaldi chegou a perder a ponta, passou por quebra, mas recuperou a liderança nas 500 Milhas da Granja Viana - só trocou o kart responsável por pontear. Já na categoria Light, a Scuderia GP foi obrigada a retirar o kart #44, mas segue com o #125

Oito horas já se passaram na Granja Viana, mas a Shell é quem se mantém na liderança das 500 Milhas de Kart, disputadas neste sábado (21) desde às 10h.

Em relação às quatro horas passadas, a mudança principal foi simples: em vez do kart #1, quem aparece na frente é o #2, que foi guiado por Danilo Dirani e por Rubens Carrapotoso desde às 18h. 

Shell se estabelece na ponta da prova (Foto: José Mario Dias)

Outra alteração chegou a ocorrer, com a America Net chegando a colocar seu carro 301 na frente, mas a parada mais longa tirou o time da ponta. Foi o mesmo caso do Shell #1, que fez a parada obrigatória de 15 minutos neste período – e ainda passou por quebra no suporte da coroa do kart.

Outra equipe com boa passagem nas últimas horas foi a Matrix, que com Felipe Massa assumiu a segunda colocação – mas com uma parada a menos -, e que com Rafael Câmara completa o top-3 de momento. 

André Cunha (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Na categoria Thunder Light, a Scuderia GP teve mais problemas. O pior foi com o #44: o kart foi forçado a abandonar após batida por volta das 17h, no final do curvão da reta oposta.

Desta forma, o time do GP segue apenas com o #125 na pista. Este aparece, após 8 horas, em 42° lugar. Nas últimas duas horas, Fabio Nakiri e André Cunha foram os responsáveis por guiar o kart.

Na categoria Thunder Light, a posição é de briga pelo pódio: com o quarto lugar, está a quatro voltas da terceira colocação, ocupada no momento pela AWR Racing.

André Cunha (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Pouco antes, a Scuderia GP viu seus pilotos sofrerem com o calor: Alfredo Salvaia quase desmaiou na pista, devido à temperatura bastante alta: "Está bem quente, sim. Eu andei em torno de 40 minutos e aí pedi para entrar porque senti que mais algumas voltas podia apagar dentro do kart, está muito quente."

"A expectativa, apesar de já ter feito paradas grandes e pequenas, estamos lá para trás, é não desistir nunca, tentar manter a constância, tentar manter o kart inteiro, creio que ainda estamos no top-3. Muita gente ainda vai ter problema, vamos descontar as paradas, estou confiante", completou. 

André Mansano também reclamou das condições climáticas da Granja Viana: "Ainda está quente para caramba, o kart está com os pneus bastante gastos, mas está bem equilibradinho. O motor dele está muito bom, não dá para acompanhar os karts da PRO na saída, mas de final está muito bom."

"Acho que a tocada está muito boa tentando guiar com muita tranquilidade, não abusando do kart nem na entrada, nem durante e nem na saída das curvas, estava tentando guiar no trilho e deu certinho. Infelizmente ninguém da equipe conseguiu me ajudar muito, Salvaia até que tentou, mas acabou não resistindo por causa do calor. Mas de qualquer forma foi uma perna muito boa", concluiu o piloto do GP.

Scuderia GP, equipe do GP, conta com dois karts, #44 e #125, e onze pilotos: André Mansano, André Cunha, Alex Campo, Alfredo Salvaia, Elisson Gandolfo, Fabio Nakiri, Gustavo Ariel, Helio Jr, Marcelo Hayasaka, Marcos Alemão e Sidney Rogério.
 
Você acompanha a cobertura completa ‘in loco’ do GRANDE PRÊMIO com os repórteres Felipe Noronha, Gabriel Curty, Guilherme Bloisi, Nathalia De Vivo e os fotógrafos Gabriel Pedreschi e Rodrigo Berton.

500 Milhas de Kart, Classificação geral após seis horas:

1 – #2 Shell Fittipaldi (Rubens Carrapatoso)
2 – #19 Matrix Racing (Felipe Massa)
3 – #111 CPKA/Massoni/Meteoro (Frederico Capraro)
4 – #121 Amcom Racing (Enzo Prando)
5 – #91 Matrix Racing (Rafael Camara)
6 – #1 Shell Fittipaldi (Danilo Dirani)
7 – #980 MV Racing (Thiago Riberi)
8 – #113 Spirit Sports (João Pretto)
9 – #73 Barrichello Solar Gold (Felipe Giaffone)
10 – #731 DRC (Giuseppe Corsi)
42 – #125 SCUDERIA GP KART (André Cunha)

Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube