Bowman aproveita azar de Larson com pneu furado no fim e vence corrida 1 em Pocono

Kyle Larson rumava firme para vencer pela quinta vez consecutiva na Nascar. Mas um pneu furado na última volta deu a Alex Bowman as condições de triunfar na corrida que abriu a rodada dupla de Pocono neste sábado

Verstappen sobra e crava pole em casa: a classificação do GP da Estíria de F1 (Foto: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

O script estava desenhado para a quinta vitória consecutiva de Kyle Larson na Nascar, considerando a All-Star Race, no Texas. O piloto do carro #5 da Hendrick passou um dos companheiros de equipe, Alex Bowman, com quatro voltas para o fim da corrida 1 da rodada dupla deste fim de semana no superoval de Pocono e estava perto de alcançar mais um Victory Lane. Mas, desta vez, a sorte não foi amiga de Larson. Na última volta, o competidor teve o pneu dianteiro esquerdo furado na última curva da última volta. Bowman passou e venceu pela terceira vez na temporada no último sábado (26).

Larson ainda conseguiu se arrastar nos metros finais da pista para cruzar a linha de chegada em nono. Frustrante para quem ficou tão perto de mais uma vitória na temporada. Ainda assim, foi outro dia de glória para a Hendrick, que faturou a sexta vitória consecutiva, ou a sétima quando contabilizado o triunfo de Larson na All-Star Race.

ALEX BOWMAN; NASCAR; POCONO;
Em Pocono 1, Bowman foi ao Victory Lane pela terceira vez em 2021 (Foto: Nascar)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Depois de cruzar a linha de chegada, Bowman lamentou pela forma como triunfou em Pocono. “Odeio ganhar assim, mas, sim, aceito”.

O discurso de Larson, ao falar sobre a frustração por ver a vitória tão perto e, ao mesmo tempo, tão longe, foi de incredulidade. “Ainda não acredito. Odeio não termos conseguido outra vitória. Seria legal vencer cinco seguidas. Só não era para ser. Legal que o Alex chegou lá, um carro da Hendrick com outra vitória. Legal para manter a sequência de Mr. H [Rick Hendrick, dono da equipe]. Odeio não ter vencido, mas vamos tentar começar outra sequência”, completou.

Em uma corrida de um total de 130 voltas, desta vez não se viu a dominância dos carros da Hendrick, como aconteceu nas últimas provas. Kyle Busch, por exemplo, foi quem mais liderou, com 30 giros na ponta, seguido por Joey Logano, com 18, e depois Bownman, com 15, Larson e William Byron, os três últimos da Hendrick, com 15 e 13 voltas na frente, respectivamente.

Kyle Busch, aliás, foi um dos nomes da prova depois de ter vencido os dois primeiros segmentos. O piloto da Joe Gibbs terminou a prova em segundo, bem perto de Bowman, apenas 0s683 atrás. Byron, da Hendrick, foi o terceiro, seguido por Denny Hamlin, que voltou a encaixar bom resultado na temporada. Ryan Blaney foi o quinto, seguido por Kurt Busch e Joey Logano. Kevin Harvick, Larson e Brad Keselowski fecharam a lista dos dez primeiros. Daniel Suárez foi o 13º, seguido por Bubba Wallace, em 14º.

A Nascar volta a acelerar neste domingo, a partir de 16h30 (com transmissão ao vivo pelo canal por assinatura FOX Sports) com a segunda corrida do fim de semana de rodada dupla em Pocono.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar