Allmendinger testa circuito misto de Charlotte, que ganha chances de entrar no calendário da Nascar já em 2017

Uma versão mista de Charlotte, combinando o oval com um trecho sinuoso, foi testada por AJ Allmendinger. A sessão faz parte do plano da Nascar de aumentar a lista de mistos no calendário – uma intenção que pode virar realidade já em 2017

Ninguém estava acompanhando, mas AJ Allmendinger participou de um teste interessante da Nascar em Charlotte. O piloto do #47 foi convocado pela Nascar para testar o circuito misto de Charlotte, que combina a parte oval com um trecho sinuoso de nove curvas na área interna.
 
A atividade, realizada no último dia 13, é mais um indicativo do interesse da Nascar de adicionar circuitos mistos ao seu repertório. Das 36 corridas da temporada, apenas duas – Sonoma e Watkins Glen – não são disputadas em ovais. Como a categoria não tem interesse em expandir o calendário atual, a solução seria aproveitar os contratos vigentes com circuitos ovais para fazer as alterações desejadas.
A versão mista de Charlotte (Ilustração: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
De acordo com o site americano ‘Motorsport.com’, tanto a Nascar quanto a administração do Charlotte Motor Speedway tem interesse em utilizar a versão mista em corridas já na temporada 2017. Resta a dúvida sobre a prova inaugural ser a da corrida All-Star – evento extracampeonato marcado para 20 de maio – ou a prova do segundo semestre, em 7 de outubro, que faz parte do Chase. Não há chances de a prova do primeiro semestre ser modificada por conta da tradição das 600 Milhas de Charlotte.
 
Uma corrida mista em Charlotte poderia abrir uma verdadeira caixa de pandora no calendário da Nascar. A maioria dos ovais da categoria contam com uma versão mista que poderia ser utilizada.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube