Elliott evita Kyle Busch nas últimas voltas e alcança terceira vitória da temporada no Kansas

Kyle Busch conseguiu se aproximar de Chase Elliott nas últimas voltas, assim como Kyle Larson, mas não a ponto de conseguir tentar uma ultrapassagem. Larson, Brad Keselowski, Ryan Blaney e Alex Bowman foram eliminados dos playoffs

Chase Elliott pilotou como gente grande nas últimas voltas da etapa do Kansas da Nascar, realizada neste domingo (21). Seja por velocidade pura ou por infelicidade dos outros, o piloto do #9 se viu em primeiro e precisando apenas evitar que rivais como Kyle Busch e Kyle Larson se aproximassem demais. Dito e feito: a vantagem de aproximadamente 1s se manteve e Elliott foi ao Victory Lane.
 
Elliott começou o terceiro segmento originalmente em terceiro, Kevin Harvick e Ryan Blaney, aparentemente com carros melhores, estavam na dianteira. Mas não seria por muito tempo, já que Ryan foi ultrapassado sem muita cerimônia e Kevin quebrou o limite de velocidade dos boxes durante um pit-stop, sendo punido.
 
Kyle Busch terminou 0s9 atrás de Elliott, o que efetivamente não mudou nada em sua briga pelos playoffs. O mesmo não pode ser dito de Larson: o #42 só avançaria com vitória, que não veio por pouco. Erik Jones e Martin Truex Jr. completaram o top-5 no Kansas, mesmo que um pouco mais distantes.
Chase Elliott conseguiu vencer no Kansas (Foto: Nascar Media)

Além de Larson, outros três foram eliminados dos playoffs. Ryan Blaney e Brad Keselowski, ambos da Penske, pagaram pelas atuações ruins em Talladega. Alex Bowman, outro que tinha obrigação de vencer, também ficou pelo caminho.

 
A próxima etapa da Nascar, com apenas oito pilotos ainda vivos pelo título, acontece no oval de Martinsville. Restam apenas quatro corridas até a conclusão da temporada 2018.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube