Nascar alerta que retaliações entre Kyle Busch e Logano não serão aceitas: “Se acontecer, vamos lidar com isso”

Brian France, presidente da Nascar, foi compreensivo ao avaliar a briga entre Kyle Busch e Joey Logano, mas já alertou que não quer ver novos incidentes. O chefão avisa que, em caso de retaliação, os pilotos correm risco de punição


determinarTipoPlayer(“16162056”, “2”, “0”);

Brian France, presidente da Nascar, veio a público para analisar o incidente entre Kyle Busch e Joey Logano, que trocaram socos após a etapa de Las Vegas deste domingo (12). O chefão pareceu convicto de que nenhum dos dois vai tentar alguma retaliação, mas deixou o aviso: caso um novo desentendimento aconteça, o alto escalão da categoria “vai lidar com isso”.
 
“Não vai ter retaliação. Isso não vai acontecer e nós vamos lidar com isso. O que acontece na pista, de bom ou ruim, fica na pista e seguimos adianta para a próxima corrida. Se acontecer algo, vamos lidar com isso”, resumiu France, falando à rádio SiriusXM. É uma má notícia para Kyle Busch, que já disse claramente que Logano "vai levar uma".
Busch acabou com um corte na testa (Foto: Reprodução/Twitter)
Ao contrário do que acontece em incidentes do gênero, nenhum dos dois pilotos foi chamado para conversar com os comissários da Nascar, o que indica que punições não serão aplicadas – pelo menos por enquanto.
 
“É um esporte de emoção, existe tanta coisa em jogo para pilotos e equipes”, disse France. “Esperamos tanto que esses rapazes façam seu trabalho que quando algo acontece, e coisas vão acontecer nas corridas, não fica difícil de entender que as emoções fervem. Nós entendemos”, seguiu.
 
Acidentes e desentendimentos são relativamente comuns na Nascar e costumam passar batidos. Mas a categoria realmente não deixa casos de retaliação passarem em branco. No último incidente do gênero na divisão principal da Nascar, a punição foi severa: Matt Kenseth recebeu uma suspensão de duas corridas em 2015 por bater de propósito no próprio Logano em Martinsville, dando o troco por um acidente que havia acontecido no Kansas, semanas antes.

PADDOCK GP #68 ANALISA SEGUNDA SEMANA DE TESTES DA F1 EM BARCELONA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube