Um ano após acidente fatal, família de Ward Jr. decide processar “imprudente” Stewart por homicídio culposo

As consequências do acidente fatal de Kevin Ward Jr. ainda não terminaram de se desenrolar. A família do piloto, que vê Tony Stewart como culpado por atropelar e matar o jovem, vai entrar na justiça com um processo por homicídio culposo – quando não há intenção de matar. Ano passado, a investigação americana viu o tricampeão da Nascar como inocente

Um ano se passou desde a morte de Kevin Ward Jr., mas os dilemas dos envolvidos estão longe de cessar. A família do piloto decidiu abrir um processo por homicídio culposo contra Tony Stewart, que atropelou a vítima em um oval de terra.
 
Na ocasião, Ward Jr. foi tocado por Stewart e abandonou uma prova amadora no oval de Canandaigua. Irritado, o jovem fez questão de voltar à pista para reclamar de Tony. Todavia, ao se aproximar demais do tricampeão da Nascar, foi acertado, vindo a morrer uma hora depois.
Kevin Ward Jr. competia com o carro #13 (Foto: Reprodução)
Homicídio culposo é a definição jurídica para quando uma pessoa mata outra, mas sem tal intenção. Ano passado, a investigação da justiça não incriminou Stewart, além de trazer um ponto importante sobre Ward Jr.: a vítima havia fumado maconha antes da corrida.
 
Todavia, a família de Ward Jr. acredita que a justiça ainda não está feita. Em comunicado divulgado nesta sexta-feira (7), seus parentes dizem que Stewart precisa enfrentar as consequências do acidente.
 
“Nosso filho era a verdadeira luz de nossas vidas e sentimos uma falta terrível dele todos os dias. Nossa esperança é de que esse processo responsabilizará Tony Stewart por matar nosso filho e mostrar a ele que existem consequências reais quando alguém imprudente leva a vida de outra pessoa”, disse a revoltada família de Ward Jr.
Stewart está passando por um 2015 difícil (Foto: Getty Images)
“Stewart poderia facilmente ter agido com prudência, evitando a batida em Ward assim como todos os outros pilotos fizeram ao passar pelo lugar do acidente durante a bandeira amarela. Stewart foi negligente quanto à vida de Ward ao dirigir seu carro de um jeito que iria aterrorizar, atingir, machucar gravemente e matar Ward”, continuou o comunicado.
 
Além de mostrar grande indignação contra Stewart, a família fez questão de destacar os lados positivos de Kevin.
 
“O júri precisa ver o vídeo, conhecer o passado de Stewart e dar o veredito justo. As ações de Tony tiraram a vida de um maravilhoso, talentoso jovem”
 
A vida de Tony não está difícil somente fora das pistas. Em uma curva descendente na Nascar, o #14 faz aquela que pode ser considerada a pior temporada de sua carreira. 25º na classificação, Stewart é o pior dos quatro pilotos de sua própria equipe e não tem chances realísticas de se classificar para o Chase.
VIU ESSA? INDIANÁPOLIS RECEBE PEGA ENTRE MOTOGP E INDY

determinarTipoPlayer(“15565662”, “2”, “0”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube