VÍDEO: Daytona 500 termina com acidente grave de Newman e vitória de Hamlin

Os metros finais das 500 Milhas de Daytona, prova que abriu a temporada 2020 da Nascar, reservaram um gravíssimo acidente sofrido por Ryan Newman. O piloto da Roush Fenway disputava a vitória quando foi tocado por Ryan Blaney, bateu no muro e capotou. Em seguida, foi acertado em cheio pelo carro de Corey LaJoie. Newman foi levado direto para o hospital

A prova que abriu a temporada 2020 da Nascar não poderia ter se encerrado de maneira mais tensa e preocupante. Nos metros finais da prorrogação que definiu as 500 Milhas de Daytona, prova que foi completada nesta noite de segunda-feira (17) por conta da chuva no último domingo, Ryan Newman disputava a vitória contra Denny Hamlin e Ryan Blaney. Newman, piloto da Roush Fenway, liderava quando foi tocado pelo carro de Blaney, perdeu o controle em alta velocidade, bateu no muro e capotou. Em seguida, foi acertado em cheio pelo carro pilotado por Corey LaJoie.

Além do grande vazamento de combustível, Newman não conseguiu sair do carro e só depois de muito tempo é que o piloto norte-americano, de 42 anos, foi removido e encaminhado para o hospital.

Acidente de Ryan Newman no fim da Daytona 500 da Nascar (Foto: Reprodução)

No fim das contas, depois de duas prorrogações, a vitória ficou com Denny Hamlin, que garantiu vaga direta para os playoffs. O piloto comemorou muito a vitória antes de tomar conhecimento do quão grave foi o acidente sofrido por Newman.

Newman tem quase 20 anos de carreira na Nascar. Hoje um veterano, o piloto estreou com 21 anos em 2000 como representante da Penske. Ao todo, foram 18 vitórias conquistadas, sendo a mais emblemática a obtida nas 500 Milhas de Daytona de 2008, ainda quando defendia a Penske.
Carro de Ryan Newman é retirado da pista após acidente (Foto: Reprodução)
Seu melhor ano na Nascar foi em 2014, quando terminou como vice-campeão ao ter sido superado em apenas 1 ponto por Kevin Harvick, perdendo o título por apenas 0s5.
 
A última vitória de Newman foi na etapa de Phoenix durante a temporada 2017, quando o piloto defendia a Richard Childress Racing. Além dos 18 triunfos, o norte-americano soma 115 top-5 e 261 top-10 em 656 largadas na principal categoria do automobilismo norte-americano.
 

Assista ao acidente de Ryan Newman na Daytona 500

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube