Ainda sem planos para 2017, Button testa Honda do Global Rallycross e recebe elogios da equipe: “Está indo muito bem”

Jenson Button deu os primeiros passos no ralicross e deixou uma boa impressão. O britânico foi elogiado pela equipe Olsbergs MSE, que o cedeu um Honda para testes

Não é segredo que o ralicross é uma das opções consideradas por Jenson Button para a temporada 2017. Trata-se de uma das alternativas preferidas do britânico, ao lado do Super GT japonês. Ainda sem nada de concreto para o ano que se inicia, Button já testou um carro do Global Rallycross – o Honda da equipe Olsbergs MSE.
 
O desempenho de Button agradou a Olsbergs. A equipe ainda não fala sobre os planos para o resto do ano, mas gostou do processo de aprendizagem do britânico.
 
“Ele gosta e está indo muito bem. Jenson está curtindo”, disse Andreas Eriksson, chefe da Olsbergs, em entrevista ao ‘Motorsport.com’. “Ele queria ver o que sabe fazer, quão rápido consegue andar e assim por diante. Estamos ajudando a encontrar essas respostas. Claro, trabalhamos muito com a Honda, então faz sentido ele andar com a gente”, completou.
O Honda do Global Rallycross (Foto: Global Rallycross)
Testar um carro da Honda faz todo sentido para Button. A boa relação do campeão de 2009 com os japoneses data do início dos anos 2000, ainda nos dias de BAR. A parceria recente com a McLaren reavivou a relação do piloto com a marca.
 
Se Button fizer questão de correr de Honda em 2017, já dá para afirmar que seu futuro não reside no Mundial de Ralicross. Os japoneses não participam do campeonato chancelado pela FIA, concentrando esforços no Global Rallycross, centrado nos Estados Unidos.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube