Após boa largada, Ceccon segura Ocon e vence corrida 2 da etapa de Hungaroring da GP3. Eriksson é punido e perde pódio

Depois de vencer em Silverstone, Kevin Ceccon deu sequência à sua boa fase e venceu a corrida 2 da etapa da Hungria da GP3. 0s766 mais lento, Esteban Ocon ficou com o segundo posto. Jimmy Ericsson completou a prova em terceiro, mas recebeu uma punição de 5s após o fim da prova por ter excedido os limites na pista nas curvas 6 e 7

Kevin Ceccon venceu a corrida 2 da etapa da Hungria da GP3. Vindo de um triunfo em Silverstone, o piloto da Arden bateu o pole-position Antonio Fuoco na curva 1 de Hungaroring neste domingo (26) e garantiu o triunfo após segurar Esteban Ocon na parte final da corrida.
 
Companheiro de equipe do italiano, Emil Bernstorff também passou Fuoco nos metros iniciais, mas o piloto da Carlin reagiu na sequência para recuperar a posição. Os três ponteiros iniciaram um bom duelo, mas o #15 acabou tocando o #1, causando um acidente que resultou em um abandono duplo.
Kevin Ceccon ficou com a vitória na Hungria (Foto: Sam Bloxham/GP3)
 Por conta da batida, o safety-car foi acionado e, na relargada, Ceccon manteve a ponta, mas agora pressionado por Ocon. Os dois tinham bom ritmo, mas o #6 não se deixou incomodar pela presença do rival e recebeu a bandeirada com 0s7 de vantagem.
 
Jimmy Eriksson e Matt Parry também travaram um bom duelo, com o #11 recebendo a bandeirada na frente. Após a prova, no entanto, o piloto da Koiranen tomou 5s de punição por ter excedido os limites da pista nas curvas 6 e 7, ganhando vantagem em cima de Luca Ghiotto.
 
Marvin Kirchhofer recebeu a bandeirada na sexta colocação, à frente do trio da Jenzer, formado por Pal Varhaug, Ralph Boschung e Matheo Tuscher.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube