Outras

Barrichello volta a guiar monoposto após 7 anos em nova categoria australiana

Rubens Barrichello vai até a Austrália para voltar a uma corrida de monopostos. O veterano brasileiro foi convidado para participar da primeira etapa da S5000, nova categoria australiana

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
Rubens Barrichello está de volta aos monopostos. O piloto com mais corridas na história da Fórmula 1 e atualmente na Stock Car, foi convidado e vai participar da primeira corrida da história da S5000, nova categoria organizada na Austrália. Barrichello será uma espécie de convidado ilustre - e competitivo - para a inauguração do campeonato.
 
A S5000 é uma categoria novata na Austrália que tenta repovoar o cenário dos monopostos no país, que está bastante apagado nos últimos tempos. O carro conta com chassi de fibra de carbono e foi construído com foco em "economia de custos, segurança e força", de acordo com a categoria. A célula de segurança é desenvolvida pela Ligier. O motor tem 560 cv e um motor V8 de 5L.
 
A prova inicial da categoria está marcada para o autódromo de Sandown, em Melbourne, no fim de semana dos dias 20 a 22 de setembro. O grid ainda está sendo formado. Ao menos cinco carros estarão na pista ainda em agosto, em Phillip Island, para testes de pré-temporada.
Carro da categoria australiana S5000 (Foto: S5000)
"Estive na Austrália muitas vezes durante minha carreira na Fórmula 1 e estou animado em voltar para a primeira corrida da história da S5000, em Melbourne. O conceito da S5000 é muito interessante, o carro parece um desafio real e estou ansioso de fazer minha parte nesse lançamento", comentou Barrichello.
 
"É ótimo ver o ressurgimento de competições séries de monopostos na Austrália. Falaram que ver e ouvir o motor V8 de 5L na traseira do S5000 é incrível", comemorou.
 
"Nunca estive no circuito de Sandown antes, então haverá muito a absorver, mas parece uma ótima praça para a estreia da S5000. Será uma grande experiência", encerrou.
 
Além do piloto, Chris Lambden, o chefe do campeonato, também comemorou o acerto.
Carro da categoria australiana S5000 (Foto: S5000)
"Estamos animados que um piloto do calibre de Rubens venha a Melbourne para competir na primeira corrida da história da categoria. Quando nós criamos um campeonato de alto nível para a Austrália, moldada para a tradição australiana de V8, esperamos que incentive novamente o foco numa forma de corridas que saiu do holofote nos últimos anos. O fato de ter Rubens Barrichello no grid é fabuloso", comentou.
 
"Rubens está trabalhando bastante desde que saiu da F1 e da Indy - a Stock Car Brasileira é uma categoria de turismo não muito diferente da Supercar Australiana -, mas utiliza motores V8, num grid de 32 carros e vários pilotos brasileiros famosos no volante. Rubens venceu a última corrida, inclusive, semana passada, em Campo Grande. É um racer de verdade", seguiu.
 
"Estará em casa na S5000 e será um alvo de qualidade para jovens australianos esperançosos e pilotos mais experientes", finalizou.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.