Diretor-médico do GP do Brasil, Altmann assume presidência da comissão médica da FIA

Dino Altmann, responsável pela equipe médica no GP do Brasil desde 2001, virou a maior autoridade médica da FIA. O brasileiro assume cargo já ocupado por Sid Watkins no passado

O novo presidente da comissão médica da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) é brasileiro. Dino Altmann, com carreira de destaque como diretor-médico do GP do Brasil desde 2001, chamou atenção da entidade internacional e começa sua gestão já em janeiro.

Altmann substitui Gérard Saillant. Este, por sua vez, substituiu o icônico Sid Watkins, morto em 2012 após gestão que revolucionou a segurança na Fórmula 1.

“Foi uma honra. Antes de mim, os médicos que ocuparam esse cargo foram o Gérard Saillant e Sid Watkins, duas grandes referências”, disse Altman sobre o novo cargo.

“A presidência da Comissão Médica não impedirá que eu permaneça como diretor-médico da prova de Interlagos quando estarei completando 20 anos nesse cargo. Tenho um grande carinho por esta função”, seguiu.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A jornada de Altmann no automobilismo começou em 1990, escalando de função em função. Depois de um GP do Brasil de Fórmula 1 apenas dentro da ambulância e de outro na equipe de extração médica, 1992 trouxe a promoção para o centro médico de Interlagos. O primeiro cargo de gerência veio em 2001, como diretor-médico do GP do Brasil, posto ocupado até hoje.

Em 2020, uma das grandes tarefas de Altmann foi o combate à Covid-19. O médico passou a integrar subcomissão para determinar protocolos e medidas da FIA para evitar a doença. Deu certo, com todos os certames chancelados pela entidade internacional sendo encerrados com sucesso.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar