Empresário de Campo Mourão morre após violento acidente durante testes no Autódromo de Londrina

Walid Latif Ali tinha 37 anos e participava do Training Day, evento privado, guiando uma moto Honda modelo CBR 1000. Foi a primeira morte no circuito, inaugurado em 1992

 
Walid Latif Ali, empresário paranaense de 37 anos, morreu no último sábado (30) durante uma sessão de testes batizada de Training Day no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR). O piloto amador guiava uma Honda modelo CBR 1000.
 
De acordo com a 'FolhaWeb', no momento do acidente, Ali perdeu o controle de sua moto na saída da reta principal, a mais de 100 km/h, e se chocou contra a proteção de pneus. A vítima chegou a ser socorrida por uma UTI móvel presente no local, mas não resistiu. Foi a primeira morte registrada no circuito desde sua inauguração, em 1992.
Walid Latif Ali tinha experiência como piloto amador (Foto: Facebook)
Juracy 'Black' Rodrigues, amigo do empresário, também participou do evento e testemunhou o acidente. "Geralmente, para diminuir a velocidade, a gente passa a reduzir as marchas para usar o freio motor. Mas com o Walid, acho que a marcha caiu no neutro e ele usou o freio da frente", explicou. "A roda traseira ainda levantou e ele bateu nos pneus, antes de ser jogado por cima da cerca e cair em uma canaleta", prosseguiu.
 
E acrescentou: "Ele era um piloto experiente, possuía diversos cursos de pilotagem pelo Brasil e era muito dedicado ao motociclismo. É uma grande perda para todos nós."
 
Anderson Afonso dos Santos, administrador do autódromo, também acompanhou o incidente e afirmou crer ter se tratado de uma fatalidade. "O atendimento médico foi 100% perfeito. Ele foi atendido rapidamente, mas infelizmente não resistiu", comentou.
 
Por sua vez, Cidimar Ernegas, assessor da Fundação de Esportes de Londrina, informou que toda a organização do evento estava de acordo com o exigido. "Quando não há eventos, a pista é alugada. Eles tinham tudo, estava tudo conforme o necessário", disse.
 
Ali era casado e proprietário da empresa Khromus Campo Mourão, que atua no ramo de som automotivo e de eventos. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube