Barreda vence etapa encurtada do Dakar nas motos. Brabec fica perto do título

A décima especial do Dakar, entre Haradh e Shubaytah, na Arábia Saudita, foi toda favorável à Honda. A etapa, que tinha 534 km previstos, foi encurtada para 345 km por medida de segurança. Joan Barreda venceu nesta quarta-feira nas motos, seguido por Ricky Brabec, enquanto Kevin Benavides completou a trinca da Honda. Brabec aumentou sua vantagem na liderança geral

10ª etapa – Haradh a Shubaytah
Trecho de especial: 345 km *trecho encurtado
Deslocamentos: 263 km
Trecho total: 608 km 
 
Joan Barreda venceu a décima especial, entre Haradh e Shubaytah, nesta quarta-feira (15). A etapa foi encurtada pela direção de prova por motivos de segurança — em razão das fortes rajadas de vento —, caindo de 534 km para 345 km de trecho cronometrado. Ricky Brabec terminou em segundo, 1min07s atrás do espanhol, enquanto o argentino Kevin Benavides fechou o 1-2-3 da Honda.
 
Além da sólida performance ao longo de toda a prova, Brabec abriu vantagem para seu concorrente mais próximo. O chileno Pablo Quintanilla, da Husqvarna, fechou a especial desta quarta-feira somente na sétima colocação, terminando atrás das KTM de Toby Price, Luciano Benavides e Matthias Walkner. Ross Branch, com uma KTM de equipe privada, foi o oitavo, seguido por Maurizio Gerini e José Ignacio Cornejo Florimo, décimo colocado na etapa.
Ricky Brabec está cada vez mais perto de vencer seu primeiro Dakar (Foto: Monster Energy Honda)
A Honda está cada vez mais perto de quebrar uma dinastia que dura desde 2001. A KTM, que domina a competição das motos do Rali Dakar desde a conquista de Fabrizio Meoni há 19 anos, se aproxima de perder seu longo reinado para a Honda, que viveu outro grande dia na edição 2020 do maior rali do mundo e deu um passo fundamental para Ricky Brabec selar a conquista na sexta-feira.
 
Restam dois dias para o desfecho do Rali Dakar 2020, de modo que a penúltima especial, nesta quinta-feira, é crucial para as pretensões de vitória de Brabec. Isso porque a 11ª etapa é também a ‘segunda perna’ da Etapa Maratona, de modo que somente os competidores podem fazer os reparos nos veículos, sendo vetada a intervenção das equipes de apoio.
 
A vantagem de Brabec na classificação geral do Dakar agora é de 25min44s para Quintanilla, enquanto Joan Barreda agora está em terceiro, 27min09s atrás do norte-americano. Só então, na quarta colocação, aparece a melhor KTM, do campeão Toby Price, enquanto Cornejo Florimo fecha um top-5 com três Honda nas cinco primeiras posições na disputa das motos.
 
Walkner, Luciano Benavides, Skyler Howes, Franco Caimi e Stefan Svitko completam a relação dos dez melhores colocados na disputa das duas rodas.
 
 
Surpresa polonesa e dia ruim de líder Casale nos quadriciclos
 
Quem esperava ver Rafal Sonik brilhando no Dakar 2020 viu uma grande surpresa polonesa na ponta. Nesta quarta-feira, Kamil Wisniewski venceu a décima especial da prova ao completar o trecho cronometrado encurtado em 3h04min11s. Foi seu primeiro triunfo em especiais no maior rali do mundo.
 
Foi uma etapa protagonizada pelos europeus, com Zdenek Tuma, da Tchéquia, na segunda colocação, somente 48s atrás de Wisniewski, enquanto Sonik completou o pódio. O melhor sul-americano na jornada foi o argentino Manuel Andújar, que terminou o dia na quarta colocação.
 
Outra grande surpresa foi a etapa ruim vivida por Ignacio Casale. O chileno, que comanda a classificação do Dakar nos quadriciclos, terminou somente em 17º lugar, 45 minutos atrás do polonês vencedor em Shubaytah. Para sorte de Casale, Simon Vitse, seu grande adversário na luta pelo título, também lidou com problemas, sobretudo com a navegação, e perdeu muito tempo perante os líderes da disputa, fechando somente em 12º lugar.
 
Com dois dias para o fim do Dakar, Casale lidera a batalha nos quadriciclos com 16min18s de frente para Vitse, enquanto Sonik aparece em terceiro, 51min16s atrás do chileno. Andújar está na quarta colocação, porém bem distante de Casale, 3h10min36s atrás. Com 4h00min55s de atraso, Wisniewski completa a lista geral dos primeiros colocados.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube