CS Santosh é mantido em coma induzido, mas não tem lesões graves e está fora de perigo

A equipe Hero MotoSports informou que o piloto, também indiano, “não tem lesões físicas graves, exceto um ombro direito deslocado e um trauma na cabeça”. A decisão dos médicos em manter CS Santosh em coma induzido até que esteja completamente recuperado da pancada que sofreu na última quarta-feira rumo a Riad, na Arábia Saudita, na quarta etapa do Dakar 2021

Chunchunguppe Shivashankar Santosh, ou apenas CS Santosh, está fora de perigo depois do grave acidente sofrido na quarta etapa do Dakar 2021, na última quarta-feira (6). A equipe Hero MotoSports, também indiana, informou que o piloto de 37 anos segue em coma induzido até que esteja completamente recuperado da pancada sofrida na cabeça, o que provocou traumatismo craniano. Contudo, CS Santosh não apresenta nenhuma lesão mais grave. O competidor, que é patrocinado pela Red Bull, continua internado no Hospital Alemão-Saudita de Riad, capital da Arábia Saudita.

“O piloto CS Santosh encontra-se atualmente recebendo tratamento no Hospital Alemão-Saudita em Riad depois do acidente em alta velocidade na etapa de quarta-feira. Temos o prazer em dizer que ele não tem lesões físicas graves, exceto um ombro direito deslocado e um trauma na cabeça. As últimas varreduras também não mostraram nenhum problema grave que possa afetar sua recuperação. Os médicos que o tratam decidiram que a melhor abordagem é minimizar as funções corporais e mantê-lo em coma induzido”, informou a equipe em comunicado emitido na última quinta-feira.

CS SANTOSH; DAKAR; DAKAR 2021;
CS Santosh segue em coma induzido, mas está fora de perigo, informou a equipe Hero MotoSports (Foto: Ishaan Bhataiya/Red Bull)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Ele está recebendo os melhores cuidados médicos possíveis e vai continuar sob observação constante nos próximos dias”, acrescentou.

A equipe indiana também ressaltou o espírito de solidariedade dos pilotos do Dakar que socorreram Santosh logo após o acidente sofrido.

“Aproveitamos o comunicado para agradecer aos pilotos que deram sua ajuda ao Santosh. Também queremos agradecer à ASO por colocar as equipes médicas e de resgate no local rapidamente e por facilitar o transporte aéreo para chegar de imediato ao hospital. Toda a equipe Hero MotoSports e sua família estão totalmente comprometidos em ajudar na recuperação e reabilitação do nosso companheiro de equipe”, concluiu.

A queda de Santosh aconteceu na mesma região onde, no ano passado, Paulo Gonçalves, que também defendia a Hero, sofreu um acidente fatal. O piloto lusitano era uma das estrelas do Dakar, sendo vice-campeão em 2015. Gonçalves morreu no dia 12 de janeiro de 2020, aos 40 anos.

Segundo relatos do piloto holandês Paul Spierings, o primeiro a socorrer Santosh após o acidente, foi preciso fazer uma reanimação cardiorrespiratória no competidor.

“Parei minha moto e apertei o botão de emergência. Depois, fui animá-lo e depois de 15 minutos chegaram três helicópteros da organização. Nesse momento, vi que ele voltou a ter os batimentos cardíacos. Foi um alívio. Pude trabalhar bem porque sabia o que fazer, mas nunca havia ressuscitado ninguém na vida real”, contou o piloto ao site Rally Maniacs.

A sexta especial do Dakar 2021 acontece nesta sexta-feira entre as cidades de Al Qaisumah e Há’il, sempre na Arábia Saudita.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube