Rali

Sainz se queixa de vala que “deveria estar sinalizada” e critica: “Planilha é meio que um desastre”

Campeão vigente do Rali Dakar, Carlos Sainz avaliou que a planilha deste ano é “meio que um desastre”. Espanhol se acidentou na quarta-feira (9) e considerou que caiu em uma vala que deveria estar sinalizada na planilha
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Carlos Sainz disparou contra a planilha do Rali Dakar após sofrer um acidente que lhe tirou praticamente todas as chances de brigar pelo tricampeonato. O piloto da Mini se queixou da presença de uma vala não sinalizada. 
 
No trecho disputado entre San Juan de Marcona e Arequipa, Sainz, que corre ao lado do navegador Lucas Cruz, sofreu com a quebra da suspensão dianteira esquerda depois de acertar uma vala no trecho especial de 331 km e perdeu mais de três horas. 
Carlos Sainz caiu em uma vala na quarta-feira (Foto: Reprodução)
“Estou desapontado. Não pensei que fosse ter o problema que tive”, disse Sainz ao chegar no acampamento de Arequipa. “Nós estávamos com um bom ritmo, mas não estávamos atacando forte, e entramos em uma vala que deveria estar sinalizada na planilha”, seguiu.
 
“Se eu voltasse ao mesmo lugar amanhã, sofreria o mesmo acidente”, alegou. “A planilha é meio que um desastre este ano. Mas é o que é”, criticou.
 
Campeão vigente, Sainz despencou para a 36ª colocação no Dakar, mais de 4h atrás de Nasser Al-Attiyah, o líder da disputa. Mesmo confiante no ritmo, Carlos acredita que o acidente vai cobrar um preço ainda maior, já que o deixou com dores.
 
“Vamos ver como vai estar o meu pescoço, dói um pouco e ficou me incomodando ao longo de todo o dia”, contou o espanhol. “Vamos ver como eu me sinto quando acordar e, especialmente, como será a etapa”, seguiu.