Uma semana após acidente no Dakar, Edwin Straver morre aos 48 anos

Edwin Straver não superou o grave acidente sofrido no penúltimo dia do Rali Dakar. O holandês de 48 anos, com danos cerebrais após acidente de moto, foi declarado morto após decisão da família de desligar máquinas de respiração artificial

O holandês Edwin Straver não resistiu ao grave acidente de moto sofrido no Rali Dakar. Passados oito dias de internação, começando na Arábia Saudita e terminando na Holand, o piloto sucumbiu aos graves ferimentos e morreu aos 48 anos nesta sexta-feira (24).
 
A informação foi confirmada pela família de Straver. O quadro de saúde era sombrio desde o começo – o piloto foi ao hospital em estado crítico, tendo passado dez minutos em parada cardíaca e sendo reanimado pela equipe médica do Dakar. Os graves danos cerebrais, entretanto, "deixaram claro que ele seguiria inconsciente", afirmou a família em comunicado. Dessa forma, foi tomada a decisão conjunta de desligar as máquinas de respiração artificial, levando ao óbito.
F1_II.jpg" title="Edwin Straver (Foto: Reprodução/Twitter)" />
Edwin Straver (Foto: Reprodução/Twitter)

Straver participava do Dakar pela terceira vez, sempre na subcategoria ‘Original by Motul’. O piloto defendia o título na classe, tendo sido o campeão na edição de 2019.

 
Dessa forma, Straver é o segundo piloto morto no Dakar. O primeiro foi o português Paulo Gonçalves, que não resistiu a ferimentos sofridos em um acidente de moto. A edição de 2020 foi a primeira em cinco anos com mortes, e logo com duas de uma vez.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube