Motul une forças com Sertões, traz expertise de lubrificantes e batiza categoria dos fortes

A multinacional francesa firmou um acordo de dois anos com o maior rali das Américas. Agora ao lado do Sertões, a Motul amplia seu leque de atuação no esporte a motor nas principais competições nas duas e nas quatro rodas e empresta seu nome à categoria Self

Famosa pela sua atuação como fornecedora de lubrificantes em grandes competições do esporte a motor ao redor do planeta como MotoGP, Mundial de Endurance, Dakar e IMSA SportsCar, a Motul agora faz parte também da família Sertões. O principal rali das Américas se uniu à multinacional francesa em um acordo de dois anos e vai contar com a experiência de quem atua com sucesso nas pistas e nas trilhas do mundo há décadas. A aliança, oficializada em junho, reforça ainda mais a importância do Sertões e sua capacidade de atrair grandes marcas brasileiras e internacionais. Além disso, a Motul vai emprestar seu nome a uma categoria que desbrava o verdadeiro espírito guerreiro de quem encara o Sertões de frente.

Ainda que tenha se tornado fornecedora oficial de lubrificantes do Sertões a partir deste ano, a ligação da Motul com a prova é antiga e consiste no patrocínio e apoio a diversos pilotos. Neste ano, destaque para a dupla campeã vigente dos carros, formada por Lucas Moraes e Kaique Bentivoglio. Também integram o rol de competidores patrocinados pela marca nesta edição os tricampeões do Sertões Cristian Baumgart e Beco Andreotti, também na competição dos carros.

SERTÕES; LUCAS MORAES; KAIQUE BENTIVOGLIO; MOTUL;
Carro com o qual Lucas Moraes e Kaique Bentivoglio vão buscar o bi do Sertões nos carros (Foto: Divulgação)

Nos UTVs, integram o time Motul o primeiro campeão da categoria no Dakar, Leandro Torres, além de Thiago Torres, Nuno Fojo, Amanda Castro, Gabriel Varela, Bruno Varela, Rodrigo Varela e Helena Deyama. A representante Motul nas motos é Moara Sacilotti.

O desafio está no DNA do Sertões – e da Motul. Seja pela complexidade da prova por si só, pela variação de terreno, pelas condições climáticas — muitas vezes extremas —, pelas longas distâncias percorridas em uma autêntica prova de resistência, o rali leva pilotos e navegadores ao limite da exaustão física e mental ao longo de sete dias de intensa disputa.

Inúmeras vezes, e ocasionalmente na mesma especial, o competidor se depara com mudanças na superfície do trecho cronometrado, formado por piçarra, cascalho, areia mais pesada ou então mais fina, conhecida como fesh-fesh, semelhante a um talco.

RODRIGO VARELA; UTV; SERTÕES; MOTUL;
A Motul é parceira do Sertões, dá nome a categoria e patrocina pilotos e equipes (Foto: Sanderson Pereira)

Habitualmente, o Sertões é disputado em agosto ou setembro, mas a pandemia levou a organização da prova a adiar a largada para 30 de outubro, nesta sexta-feira, com o prólogo a ser realizado no autódromo Velocitta, em Mogi Guaçu, interior de São Paulo. O tradicional circuito vai ser o cenário do início de uma jornada que levará pilotos, navegadores e equipes de apoio até o destino final, Barreirinhas, nos Lençóis Maranhenses, em 7 de novembro.

A mudança inesperada de datas em razão da pandemia traz ao Sertões um fator climático pouco comum ao longo da competição. Isso porque a chuva tende a dar as caras nos primeiros dias de prova, sobretudo entre Goiás e o Distrito Federal, no trecho em que vão ser disputadas as duas pernas da etapa Maratona. Mesmo assim, as temperaturas altas, próximas aos 40ºC, principalmente na passagem pelo Tocantins, subindo rumo ao Jalapão e a caminho do Maranhão, continuarão presentes.

MOTUL; SELF BY MOTUL;
A Self by Motul é a categoria que traz à tona o verdadeiro DNA do rali no Sertões (Foto: Divulgação)

Uma das grandes marcas do Sertões é a categoria Self, que a partir deste ano passa a levar também o nome Motul. Nela está a verdadeira essência do rali, já que os pilotos, além de acelerar e navegar, fazem a manutenção das motos por conta própria, sem auxílio das equipes de apoio. É como se toda especial fosse uma etapa maratona, resgatando assim as raízes da modalidade e, ao mesmo tempo, proporciona ao competidor a chance de mostrar talento e resiliência diante de condições extremas.

Serão 11 os guerreiros inscritos na Self by Motul no Sertões 2020: José de Deus, Luciano Anacleto ‘Fantasma’, Leandro Fernandez Rad, Christian Constantini, Julio Figueiredo, Raul César Lima, Marco Antonio Pereira, Maurício Ghiraldelli, Fabio Araújo Siqueira Danziger, Luciano Pugliese e Ederson Claudio Andreatta.

Os lubrificantes da Motul para o Sertões 2020

São várias as competições dentro do mesmo Sertões. E com especificidades distintas e necessidades diferentes, a Motul desenvolveu uma grande gama de lubrificantes de última geração para as mais variadas necessidades dos competidores ao longo de um percurso de mais de 4.700 km.

A marca oferece três opções de óleo de motor. O 300V Power 5W40, de origem sintética, faz parte da linha 300V Motorsport e tem uso recomendado em condições extremas de exigência do motor, como alta diluição por combustível, sem que, desta forma, haja um comprometimento da proteção das peças mais importantes do propulsor do carro.

O 300V 4T Factory Line Off-Road 15W60 é o óleo escolhido pela fornecedora para lubrificar as motos da Self by Motul. O produto entrega uma maior proteção ao motor e também ao sistema de transmissão das motos em condições extremas enfrentadas nas provas de cross-country.

Já o 300V² 4T Factory Line 10W50 é usado nos motores dos UTVs da Polaris, além das motos e quadriciclos inscritos no Sertões. Dotado de tecnologia ESTER Core de bases sintéticas orgânicas, o produto visa garantir uma maior proteção no controle das embreagens úmidas pelos modificadores de atrito da fórmula, redução do atrito, consumo de óleo e resistência à temperatura em razão dos ésteres orgânicos da fórmula do óleo. A tecnologia, ao mesmo tempo, busca oferecer também maior potência por meio da redução do atrito interno.

A Motul também oferece aos competidores a família Gear de óleos de transmissão: o Gear Competition 75W140 e o Gear 300 75W90. Os dois são dedicados a transmissões manuais e diferenciais, 100% sintéticos e à base de Ester, com o objetivo de proteger ao máximo os diferenciais e as caixas de câmbios nas condições críticas impostas pelo Sertões.

A marca entrega os fluídos de suspensão Fork Oil Factory Line (dianteira) e Shock Oil Factory Line (traseira). O sistema de suspensão é, seguramente, um dos mais exigidos nos veículos ao longo de toda a prova no Sertões.

Fazem parte também da linha de lubrificantes da Motul para o Sertões o fluído de freio RBF 660 Brake Fluid, capaz de ajudar com que o sistema consiga suportar temperaturas de ebulição a seco de até 325ºC, ajudando o veículo a conseguir suportar temperaturas altíssimas no rali.

O MoCool é o fluído de arrefecimento que melhora a troca térmica do sistema, sendo capaz de manter a temperatura sob controle e tornar o funcionamento dos radiadores mais eficiente. A peça também é amplamente exigida em uma competição como o Sertões porque, com o acúmulo de lama e poeira, pode causar o superaquecimento do carro.

Por fim, a Motul disponibiliza aos competidores do Sertões a linha de lubrificantes MC Care: O C3 Chain Lube Off-Road e o C1 Chain Clean atuam na lubrificação das correntes de motos e quadriciclos, evitando quebras. O C1 serve para a limpeza da peça, enquanto o C3 foi desenvolvido para que não ocorra aderência de detritos naturais, como poeira, lama e sujeira nas correntes.

O MC Care A1 Air Filter Clean e o MC Care A2 Air Filter Oil Spray atuam na limpeza do filtro de ar: o A2 é um óleo em spray para lubrificar de maneira rápida e eficiente, enquanto o A1 Air Filter Clean é um produto específico para realizar a limpeza mais detalhada dos filtros de ar do veículo.

E os lubrificantes Parts Clean, Brake Clean, Intake Clean, White Grease e Silicone Grease, da linha Workshop Range, foram desenvolvidos para limpar, desengraxar, descarbonizar, lubrificar e proteger determinadas partes do veículo.

A Motul tem tudo pronto para acelerar no maior rali das Américas. Ao longo do Sertões, desde o prólogo até à rampa da linha de chegada, acompanhe informações e novidades da marca na competição. Siga no Instagram @MotulBR e não perca nenhum detalhe.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube