Às vésperas do prólogo, Sertões sofre baixa de francês Metge nas motos por Covid-19

Contratado pela Yamaha IMS neste ano, Adrien Metge está fora do Sertões 2020. A baixa foi anunciada pela organização da prova um dia antes da disputa do prólogo no autódromo Velocitta, em Mogi Guaçu

Leia no GRANDE PREMIUM
Como Sertões almeja superar Dakar e ser o maior rali do mundo
A galeria com todos os campeões e as lendas do Sertões

Um dia antes do prólogo que vai representar sua abertura oficial na edição 2020, o Sertões sofreu a primeira baixa por conta da Covid-19. E logo de um dos favoritos na disputa das motos. Adrien Metge, piloto francês de 34 anos que foi contratado nesta temporada pela Yamaha IMS testou positivo para o novo coronavírus e, desta forma, vai desfalcar a equipe na disputa do rali. O prólogo vai começar às 10h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo pelo canal oficial do Sertões no YouTube.

“Nem sei muito o que falar, estou muito triste. É difícil acreditar”, lamentou Metge.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

YAMAHA; ADRIEN METGE;
Adrien Metge vai desfalcar a Yamaha no Sertões em razão da Covid-19 (Foto: Yamaha IMS Rally Team)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Na segunda-feira fui fazer o teste no aeroporto, o resultado saiu algumas horas depois e deu positivo. Esperei até hoje para realizar um novo teste. O resultado saiu em quatro horas e deu positivo de novo”, disse o piloto.

“É uma pena porque não estou com sintomas, estou bem. Eu estava preparado, a moto estava muito boa, tudo organizado e todo mundo animado. Mas é isso, não temos o que fazer”, concluiu, resignado, o francês.

Ex-piloto da Honda, Metge era um dos trunfos da Yamaha IMS para desbancar o favoritismo da rival, que acumula vitórias consecutivas no Sertões desde 2015. Adrien tem uma ligação antiga com o Brasil, fala português fluente e já conquistou vários títulos em solo nacional, como o Brasileiro de Enduro em 2014, o título do Sertões na categoria Production em 2015 e também o do Brasileiro de Rali, no mesmo ano.

Em 2020, Metge terminou em 20º na classificação geral do Dakar, disputado em janeiro na Arábia Saudita.

Agora desfalcada de Metge, a Yamaha IMS vai contar com Ricardo Martins, Túlio Malta e Luciano Gomes para lutar contra o esquadrão da Honda, formado pelo bicampeão Tunico Maciel, o heptacampeão Jean Azevedo, Bissinho Zavatti e Thiago Ventura, que se uniu ao time depois da baixa de Gregorio Caselani, fora do Sertões por lesão.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube